Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização da espectroscopia de fluorescência na determinação de contaminação e processos oxidativos em óleos vegetais comestíveis

Processo: 18/20761-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Lilia Coronato Courrol
Beneficiário:Carla Regina Borges Lopes
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia óptica   Espectroscopia de fluorescência   Processos oxidativos avançados   Óleos e gorduras vegetais comestíveis   Contaminação   Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos   Oxigênio singleto

Resumo

O consumo mundial de óleos vegetais em produtos alimentícios foi superior a 104 milhões de toneladas no último ano. Óleos vegetais comestíveis apresentam alta incidência de contaminação por Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs) e micotoxinas, indicados como possíveis responsáveis pelo desenvolvimento de neoplasias. Além disso, são altamente suscetíveis a oxidação lipídica, reações complexas que resultam na produção de substâncias tóxicas, com graves consequências nutricionais aos seus consumidores. Neste contexto, é de extrema importância o controle de qualidade rigoroso destes produtos, com o aprimoramento contínuo das técnicas analíticas utilizadas e o desenvolvimento de novos e eficientes métodos, capazes de complementá-las ou substituí-las. Diante deste cenário, o presente projeto de pesquisa propõe a utilização da espectroscopia de fluorescência para a detecção de contaminantes (HPAs, microrganismos e aflatoxinas) e determinação do estado oxidação lipídica. O método proposto consiste no estudo extensivo dos espectros de fluorescência de óleos vegetais, relacionando alterações na intensidade e comprimento de onda de emissão com a presença destes contaminantes e com o avanço das reações de oxidação, além de determinar a geração do oxigênio singleto e sua importância nos processos oxidativos. As vantagens dos métodos baseados em fluorescência são a alta sensibilidade, rapidez na obtenção de resultados e possibilidade de análise direta da amostra, dispensando procedimentos de preparo dispendiosos, além de dispor de equipamentos portáteis para análises in situ. O cumprimento dos objetivos propostos, resultará em um método capaz de determinar indicadores de qualidade de óleos vegetais, podendo ser aplicado na indústria alimentícia e instituições responsáveis pela fiscalização e controle de qualidade de alimentos. (AU)