Busca avançada
Ano de início
Entree

Tecnologias da informação e as geografias desiguais da globalização: uma análise do comércio de software entre os Estados Unidos da América e o Brasil

Processo: 19/00328-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de abril de 2019
Vigência (Término): 09 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:María Mónica Arroyo
Beneficiário:Melissa Maria Veloso Steda
Supervisor no Exterior: Eric Stewart Sheppard
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of California, Los Angeles (UCLA), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/22841-5 - Território, produção e informação: indústria de software no Brasil no contexto de expansão da internet, BP.DR
Assunto(s):Geografia econômica   Brasil   Softwares

Resumo

Nas últimas décadas, as tecnologia da informação têm desempenhado um papel notável na economia capitalista. Um produto importante das atividades econômicas intensivas em tecnologia, o software está se tornando cada mais popular por seu uso em uma ampla gama de atividades cotidianas e em processos prodtivos. A automação de tarefas simples e complexas leva a mudanças e a novas perspectivas na divisão espacial do trabalho, nas relações sociais e em muitos outros campos. Os Estados Unidos da América são o maior parceiro comercial do Brasil em serviços de computação e informação. Mais especificamente, o estado da Califórnia possui um número expressivo de clusters produtores de software e é reconhecido por seu setor de tecnologias da informação. Por sua vez, 74,5% do software comercializado no Brasil é desenvolvido no exterior. Assim, abordar o comércio global de produtos de tecnologia da informação é uma forma de conhecer e analisar algumas das geografias desiguais da globalização. Procuramos examinar as características das empresas americanas exportadoras de software (em termos de tamanho e localização, força de trabalho e outras características), a fim de desvendar as estratégias espaciais usadas para estabelecer seu mercado no Brasil. Levando em conta a liderança econômica global da Califórnia e sua singularidade em alta tecnologia e inovação, uma análise de seu comércio com o Brasil nos proporcionará reflexões adicionais e novas interpretações para o estudo da produção de software no Brasil. Além disso, o estágio no exterior também nos permitirá entrar em contato com o ambiente acadêmico da UCLA e seu Departamento de Geografia. Poderemos, então, levar adiante debates profícuos e interpretações geográficas do assunto.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)