Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento mecânico dos tribofilmes formados pela aditivação de MoDTC e ZDDP em motores a etanol

Processo: 18/25962-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de julho de 2019
Vigência (Término): 14 de julho de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Roberto Martins de Souza
Beneficiário:Roberto Balarini Junior
Supervisor no Exterior: Anne Neville
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Leeds, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:17/19147-2 - Comportamento mecânico dos tribofilmes formados pela aditivação de MoDTC e ZDDP em motores a etanol, BP.DR
Assunto(s):Tribologia   Etanol   Motores de combustão interna

Resumo

Soluções de maior eficiência são a principal força motriz para o futuro dos motores de combustão interna (MCI). O uso de óleos de motor de baixa viscosidade combinado com novos pacotes de aditivos é um dos caminhos mais promissores para reduzir o atrito de componentes internos, diminuir as emissões de CO2 e aumentar a durabilidade dos MCI. Por outro lado, algumas complexidades de cunho tribológico podem desempenhar papel fundamental no caso de motores a etanol. Uma vez que o etanol possui calor latente de evaporação superior ao da gasolina, o acúmulo do mesmo no lubrificante pode ser significativo. Neste contexto, o impacto da contaminação por etanol na funcionalidade de alguns aditivos de óleos (por exemplo, em aditivos classificados como FM - modificadores de atrito, e AW - anti-desgaste) não é bem compreendido. O aditivo FM mais comum é o MoDTC, enquanto que o ZDDP é normalmente utilizado como aditivo anti-desgaste desde a década de 1970. O objetivo deste projeto é investigar a influência do etanol nas propriedades mecânicas dos tribofilmes formados a partir da aditivação de óleos por MoDTC e ZDDP. Assim, ensaios tribológicos serão conduzidos em um tribômetro MTM-2 (Mini Traction Machine), sob condições de óleo lubrificante novo (isto é, sem contaminação por etanol) e contaminado (com diluição de etanol no óleo). A ideia é comparar a influência da contaminação por etanol na ativação dos aditivos, espessura dos tribofilmes (vide configuração MTM-SLIM) e degradação dos mesmos. Além disso, as propriedades mecânicas serão investigadas por Microscopia de Força Atômica (AFM), em conjunto com técnicas de detecção (por exemplo, Espectroscopia Raman e/ou XPS) necessárias para identificar a distribuição espacial das referidas tribocamadas. Finalmente, espera-se que esta proposta de estágio aconteça entre maio/2019 e abril/2020, na Universidade de Leeds, onde há uma notória experiência em trabalhos correlacionados com caracterização de tribofilmes formados a partir de aditivos AW e FM de MCI.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.