Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaio clínico randomizado para testar a eficácia de um programa de treinamento computadorizado em atenção (CPAT) para aprimoramento do desempenho escolar e atencional em crianças com Autismo

Processo: 17/25203-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Cristiane Silvestre de Paula
Beneficiário:Mayra Muller Spaniol
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuropsicologia   Transtornos do neurodesenvolvimento   Transtorno do espectro autista   Reabilitação cognitiva   Rendimento escolar   Crianças autistas   Terapia cognitiva   Atenção (processos psicológicos)   Ensaio clínico controlado aleatório   Tecnologia médica   Saúde pública   São Paulo (SP)

Resumo

A utilização de um recente programa de treinamento computadorizado para melhora de atenção, denominado Computerized Progressive Attentional Training - CPAT, tem mostrado melhorias específicas e generalizadas em diferentes populações, incluindo melhorias atencionais, acadêmicas e cognitivas em crianças com TDAH, Autismo, Síndrome Fetal Alcoólica e pacientes com AVC. O presente projeto, será um ensaio clínico randomizado duplo cego, com follow-up de três meses após o treinamento visando avaliar os efeitos do CPAT entre crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) em um contexto de saúde pública em São Paulo, seguindo recomendações e melhorias sugeridas a partir de estudos prévios. Os sujeitos serão 40 crianças de 8 a 14 anos de idade com TEA que frequentam o Ambulatório de Autismo do CAISM da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Metade das crianças será direcionada aleatoriamente para treinamento CPAT e a outra metade irá participar de um grupo controle, jogando jogos de computador seguindo a mesma estrutura do treinamento CPAT. Pela primeira vez, o CPAT será aplicado no Brasil utilizando recursos disponíveis no sistema público, assim como será oferecido em pequenos grupos. Utilizaremos vários instrumentos pré e pós-teste, incluindo questionários para medir desempenho escolar, atenção, cognição, perfil comportamental e sintomatologia de TEA. Espera-se que este ensaio clínico seja capaz de comprovar a eficácia e a manutenção dos efeitos positivos do CPAT em comparação a um grupo controle formado por crianças de um serviço público brasileiro. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.