Busca avançada
Ano de início
Entree

(In)segurança e (i)mobilidade das mulheres: o caso do campus Butantã da Universidade de São Paulo

Processo: 18/26112-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Paula Freire Santoro
Beneficiário:Isabela Leite Valentim
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mobilidade urbana   Segurança urbana   Violência de gênero   Espaço público   Universidades   Estudantes   Mulheres

Resumo

Homens e mulheres não vivem a cidade de modo equivalente: elas têm sua circulação e formas de uso da cidade reduzidos e cerceados por diversos aspectos. Dentre eles o medo e a insegurança no espaço público, pela ameaça de assédio e outras violências de gênero, sentida de forma mais premente pelas mulheres, o que justifica um recorte de gênero para abordar a mobilidade urbana. Esta pesquisa parte dos primeiros resultados obtidos em pesquisa que analisou a segurança na mobilidade dos estudantes em São Paulo, com enfoque em gênero, realizada em 2018. Inicia com uma análise dos primeiros resultados obtidos no campus da USP Butantã/Cidade Universitária em diálogo com dois outros campus: o da EACH/USP Leste e o da Faculdade de Direito do Largo São Francisco da USP. E desenvolve uma análise espacial das condições da mobilidade urbana das mulheres no campus USP Butantã a partir de uma metodologia que envolve o acompanhamento de participantes nas suas jornadas diárias, compartilhando e refletindo colaborativamente sobre a experiência do espaço neste caminho (método "sombreamento"), sensação de (in)segurança e seus efeito, como uma eventual (i)mobilidade das mulheres. Dessa forma, a pesquisa se propõe olhar para os espaços de mobilidade e o espaço construído do campus a fim de identificar como a violência de gênero se manifesta, dando insumo para futuras propostas de intervenções que venham diminuir a sensação de insegurança e aumentar a possibilidade de mobilidade segura para as mulheres.