Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução da complexidade genital: uma abordagem Evo-Devo utilizando pentatomídeos como modelos

Processo: 18/18184-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Tatiana Teixeira Torres
Beneficiário:Bruno Celso Feltrin Genevcius
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Expressão gênica

Resumo

Genitálias são reconhecidas como as estruturas mais divergentes, especialmente em machos. Suas rápidas taxas de evolução e extraordinária complexidade anatômico-funcional têm sido amplo foco de estudos ecológicos e evolutivos. Apesar do crescente interesse nessas estruturas, algumas lacunas têm sido repetidamente apontadas em revisões recentes, destacando-se: (1) um foco desproporcional em estruturas masculinas, (2) uma restrição a organismos modelo e (3) uma escassez de estudos evolutivos sobre a arquitetura genética durante seu desenvolvimento (evo-devo). Esta última é especialmente interessante, uma vez que abordagens evo-devo permitem compreender como a formação de estruturas durante o desenvolvimento, do ovo ao adulto, influenciam a evolução das mesmas ao longo de gerações e linhagens no tempo evolutivo. Em particular, estudos de genética do desenvolvimento serão fundamentais para elucidar os mecanismos por trás dos dois padrões mais recorrentes e enigmáticos em evolução genital: a coevolução macho-fêmea e os níveis desproporcionais de elaboração observados entre os sexos. Este projeto propõe atuar simultaneamente nas três lacunas, investigando as bases genéticas do desenvolvimento genital em machos e fêmeas de organismos não-modelo (pentatomídeos). Especificamente, perguntaremos: (1) Quais são as bases genéticas da coevolução genital? (2) Que características genéticas permitem que estruturas masculinas evoluam mais rapidamente e sofram maior elaboração? (3) Quão conservados são os genes por trás do desenvolvimento, em termos de sequência e expressão, ao longo de diferentes linhagens de Pentatomidae? Conduziremos diferentes testes de hipótese combinando estudos morfológicos em imaturos, técnicas modernas de sequenciamento de RNA e RNA de interferência, e estudos prévios de evolução na família.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROELL, TALITA; GENEVCIUS, BRUNO C.; CAMPOS, LUIZ A. Comparative morphology of clasping structures in predator stink bugs (Hemiptera: Pentatomidae: Asopinae): Insights into their function and evolution. ARTHROPOD STRUCTURE & DEVELOPMENT, v. 57, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.