Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil da expressão gênica de LHb na hipófise de fêmeas de Astyanax altiparanae induzidas com hormônios sintéticos, utilizando reação em cadeia de polimerase em tempo real (RT-qPCR)

Processo: 19/05741-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de maio de 2019
Vigência (Término): 28 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Sergio Ricardo Batlouni
Beneficiário:Mariana Roza de Abreu
Supervisor no Exterior: Julien Bobe
Instituição-sede: Centro de Aquicultura (CAUNESP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut National de la Recherche Agronomique, Rennes (INRA), França  
Vinculado à bolsa:16/25988-7 - Indução à maturação final e ovulação de lambari (Astyanax altiparanae) com análogo de GnRH de salmão, BP.DR
Assunto(s):Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   Expressão gênica

Resumo

Em nossos experimentos recentes, avaliamos o uso de hormônios sintéticos para melhorar o desempenho reprodutivo de fêmeas de Astyanax altiparanae. Nossa hipótese era que os análogos do GnRH poderiam estimular o eixo do hormônio luteinizante (LH) - 17a,20b-dihidroxi-4-pregnen-3-ona (17,20b-P) - prostaglandina F2a (PGF2a) e provocar a maturação final dos oócitos e a ovulação. Como o GnRHa desempenha um papel para acionar a hipófise para sintetizar e liberar o LH, é muito importante caracterizar o perfil de expressão gênica do lhb para entender como diferentes doses desses hormônios sintéticos atuam nessa parte do eixo hipotálamo-hipófise-gônada nesta espécie. Assim, o objetivo deste projeto é investigar o perfil de expressão gênica de lhb na hipófise de A. altiparanae utilizando reação em cadeia da polimerase quantitativa em tempo real (qPCR). Para isso, serão utilizadas as glândulas hipofisárias de fêmeas de A. altiparanae coletadas em experimentos realizados no Brasil. Nestas experiências foi aplicada uma grande gama de doses de [D-Arg6, Pro9, NEt] -sGnRH e [des-Gly10, D-Ala6] -LHRH isoladamente ou em associação com domperidona. As hipófises foram coletadas antes do tratamento para representar as condições basais e após a desova, que representou a coleta final. As amostras foram armazenadas em RNAlater a -80 ° C. As amostras de RNA serão extraídas usando o Micro Kit RNAaqueous (Invitrogen). Para a clonagem de cDNA, a transcrição reversa será realizada de hipófises individuais em combinação com Superscript III e primers, de acordo com as instruções do fabricante (Invitrogen). O qPCR será realizado no Instituto de Fisiologia e Genômica do Peixe - INRA na França. Os resultados serão discutidos sob a assistência do supervisor, Prof. Dr. Julien Bobe, que é especialista em biologia reprodutiva de peixes e genômica. Esta oportunidade de estágio permite o estabelecimento de uma parceria internacional com o Prof. Dr. Julien Bobe e irá melhorar a perspectiva científica e a rede da estudante de doutorado. Além disso, a aluna de doutorado terá o conhecimento de novas técnicas e será capaz de transferir esse conhecimento para o Centro de Aquicultura e para os colaboradores brasileiros serem capazes de iniciar um novo campo de pesquisa.