Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica funcional da proteína Orc1b: análise por ChIP-seq

Processo: 19/04483-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de maio de 2019
Vigência (Término): 27 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia
Pesquisador responsável:Maria Carolina Quartim Barbosa Elias Sabbaga
Beneficiário:Marcela de Oliveira Vitarelli
Supervisor no Exterior: Nicolai Siegel
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Ludwig Maximilian University of Munich (LMU Munich), Alemanha  
Vinculado à bolsa:17/07693-2 - Dinâmica funcional da proteína Orc1b durante o ciclo de vida de Trypanosoma, BP.DR
Assunto(s):Trypanosoma

Resumo

Trypanosoma cruzi é um protozoário pertencente a família Trypanosomatidae e é o agente etiológico da doença de Chagas, uma doença negligenciada que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Esse parasita alterna entre as formas replicativas (epi e amastigotas) e não replicativas (tripomastigotas) em seus hospedeiros, necessitando de um intenso controle na replicação do DNA, o que envolve a ação coordenada de diversas proteínas. A replicação do DNA se inicia com a montagem de um dos complexos de pré-replicação (pré-RC), o complexo ORC, nas origens de replicação, localizadas próximas aos nucleossomos. Seguida pelo recrutamento de outras proteínas do pré-RC, incluíndo a proteína Orc1b, cuja função ainda não foi elucidada. Análises preliminares de Marques et al., 2016 indicam que Orc1b participa como um regulador positivo na replicação ao invés de possuir um papel puramente estrutural no complexo ORC e análises preliminares do nosso grupo sugerem a ligação de Orc1b ao DNA. Assim, esse projeto visa aprofundar os estudos do papel desempenhado pela proteína Orc1b na replicação do DNA de T. cruzi e seus possíveis interatores. Mais especificamente, esse projeto visa determinar a sequência específica de DNA a qual Orc1b se liga por ChIP-seq para avaliar o papel dessa proteína no complexo de pré-replicação, a ser desenvolvido no laboratório The Siegel Lab, no Biomedical Center Munich, na Ludwig-Maximilians-Universitat, em Munique, Alemanha. O conhecimento adquirido será empregado no desenvolvimento de futuras estratégias anti-parasitárias e na compreensão da biologia do parasita.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)