Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do aumento da captação cerebral de IGF-1 sérico induzido pelo exercício sobre o circuito núcleos da rafe-hipocampo: implicações na neurogênese adulta e na homeostase do humor

Processo: 19/03368-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 29 de julho de 2019
Vigência (Término): 28 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Ricardo Mario Arida
Beneficiário:Jansen Fernandes
Supervisor no Exterior: Ignacio Torres Aleman
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Instituto Cajal, Espanha  
Vinculado à bolsa:17/14742-0 - Efeitos do exercício pré-natal sobre as alterações comportamentais, morfológicas e epigenéticas na prole de mães desafiadas imunologicamente durante a gestação, BP.PD
Assunto(s):Serotonina   Neurofisiologia   Hipocampo   Fator de crescimento insulin-like I   Núcleos da rafe   Depressão

Resumo

A depressão emergiu nas últimas décadas como uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo. Esta desordem é altamente prevalente nas populações ocidentais e resulta em um elevado ônus socioeconômico. Embora a etiologia da depressão permaneça elusiva, um número crescente de evidências indicam que distúrbios em processos como a neurogênese, neurotransmissão monoaminérgica e a sinalização de fatores neurotróficos podem estar envolvidos na fisiopatologia deste transtorno do humor. Vários estudos têm relatado a capacidade do exercício físico em atenuar os comportamentos depressivos em pacientes deprimidos e em modelos animais. Alguns trabalhos têm sugerido que a propriedade antidepressiva do exercício físico depende da participação do sistema serotoninérgico e do fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1), ambos também implicados na neurogênese hipocampal. Portanto, o objetivo do presente projeto é verificar se o aumento na captação cerebral do IGF-1 circulante produzido durante o exercício pode modular a atividade dos neurônios serotonérgicos da rafe e, conseqüentemente, aumentar a sinalização da serotonina no hipocampo para promover a neurogênese hipocampal e o efeito antidepressivo do exercício físico.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.