Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito acumulativo da aplicação de composto de lodo de esgoto no cultivo de feijão de inverno em solo de Cerrado

Processo: 19/02553-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Thiago Assis Rodrigues Nogueira
Beneficiário:Gabriela Souza de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Biossólidos   Resíduos urbanos   Fertilizantes orgânicos   Adubo de lodo de esgoto   Micronutrientes   Sistemas de cultivo   Feijão   Solo de cerrado   Cerrado

Resumo

A aplicação de micronutrientes nos solos de Cerrado constitui uma prática indispensável para obtenção de altos rendimentos da cultura do feijão. O composto de lodo de esgoto (CLE) pode ser uma fonte alternativa desses elementos. Porém, ainda são inexistentes estudos realizados com esse produto visando o fornecimento de micronutrientes na região do Cerrado brasileiro. Neste contexto, objetiva-se com esta pesquisa, avaliar o efeito acumulativo de duas aplicações consecutivas de CLE como fonte de micronutrientes na região de Cerrado no desenvolvimento do feijão de inverno e nas alterações dos atributos químicos do solo. O experimento será desenvolvido em condições de campo em Selvíria/MS. O delineamento experimental será em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos serão originados de esquema fatorial 4 x 2 + 2, sendo: quatro doses de CLE (10,0; 15,0; 20,0 e 25,0 t ha-1, base úmida), dois modos de aplicação (área total e nas entrelinhas das culturas) e dois tratamentos adicionais (sem aplicação do composto e com adubação mineral convencional). Os atributos químicos do solo (M.O., pH, CTC, H+Al, Al, SB, V, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn) serão monitorados nas amostras coletadas no final do ciclo da cultura. O estado nutricional, os componentes de produção e a produtividade de grãos serão utilizados para avaliar o desempenho agronômico da cultura. Os resultados obtidos serão submetidos à ANOVA e as médias comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5%, correlação e regressão polinomial.