Busca avançada
Ano de início
Entree

Abundância de transcritos de receptores para interferon-alfa/beta em leucócitos circulantes no início da gestação em novilhas Nelore

Processo: 18/25393-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Guilherme Pugliesi
Beneficiário:Leonardo Marin Ferreira Pinto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/10606-9 - Inovações no diagnóstico precoce da gestação em bovinos, AP.JP
Assunto(s):Inseminação artificial animal   Interferon-alfa   Interferon beta   Leucócitos   Prenhez   Novilhas   Gado Nelore

Resumo

O Brasil detém o maior rebanho bovino comercial do mundo, mas apresenta baixos índices produtivos, resultado da baixa tecnificação no manejo nutricional, sanitário, genético e principalmente reprodutivo dos animais. Assim, estratégias foram sendo adotadas, como o uso de protocolos hormonais em programas de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), fazendo-se necessário o diagnóstico gestacional de forma precoce para que se possa diminuir o intervalo de inseminações e, consequentemente, o intervalo de partos, otimizando a produtividade de fazendas e aumentando a lucratividade do setor pecuário. Várias formas de diagnósticos de gestação são usadas e vem sendo desenvolvidas. No entanto, apresentam boa acurácia somente após o 21º dia gestacional, sendo interessante uma detecção mais precoce do concepto para que se possa diminuir o intervalo entre inseminações. Uma alternativa que vem sendo estudada é a quantificação de transcritos estimulados por interferons do tipo I em leucócitos do sangue periférico no início da gestação. O estímulo desses transcritos em seus receptores nesse grupo celular, entretanto, é pouco explorado na literatura. Desta forma, objetiva-se com esse trabalho quantificar transcritos de receptores de interferon-alfa/beta (IFNAR1 e IFNAR2), responsáveis pela transcrição de genes estimulados por interferon do tipo I, em células polimorfonucleares do sangue periférico (PMN - neutrófilos, basófilos e eosinófilos) e células mononucleares do sangue periférico (PBMC - monócitos e linfócitos). Para isso, amostras de sangue de novilhas Nelore serão colhidas nos dias 0 (IATF), 10, 14, 16, 18 e 20 após a IATF, e os leucócitos serão isolados. O diagnóstico de gestação será realizado nos dias 25 e 28 após a inseminação. A quantificação dos transcritos alvo nesse grupo celular será feita por reação em cadeia da polimerase (RT-qPCR) após extração de RNA e síntese de DNA complementar. A expressão dos transcritos de receptores de interferon-alfa/beta será comparada entre fêmeas gestantes e não gestantes e células polimorfonucleares e mononucleares do sangue periférico. Com os resultados do presente trabalho, espera-se observar uma maior expressão de receptores de interferon do tipo I em fêmeas gestantes, e que essa expressão seja mais abundante a partir do D16. Espera-se também que não se encontrem diferenças significativas entre a expressão desses receptores entre PMNs e PBMCs.