Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das alterações da matriz extracelular e da fototerapia em linhagens celulares tumorais

Processo: 18/09796-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Manoel João Batista Castello Girão
Beneficiário:Gislaine Patricia de Andrade
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ginecologia   Melanoma   Neoplasias mamárias   Terapia fotodinâmica

Resumo

As taxas de incidência de câncer de mama apresentam-se altas no Brasil, apesar dos avanços na área de diagnóstico e tratamento. Ainda, a alta reincidência deste tipo e câncer está diretamente associada à disseminação de células tumorais, podendo levar a metástases à distância. Alguns fatores de risco são bem estabelecidos em relação ao desenvolvimento do câncer de mama, dentre eles os fatores genéticos com mutação em genes como o BRCA1 e BRCA2, TP53 e PTEN. Ocâncer de pele é um dos tipos de cânceres mais comuns na população mundial e um dos maisfrequentes no Brasil, devido à grande incidência solar no país. O melanoma é o tipo mais letal decâncer de pele e apresenta incidência aumentada ao longo das últimas décadas. Algumas terapiasestão sendo utilizadas no tratamento do melanoma, como por exemplo drogas direcionadas à proteína BRAF e drogas inibidoras na MEK, porém são passíveis de causar efeitos colateraisseveros aos pacientes em tratamento. A terapia fotodinâmica (TFD) compreende a administraçãode um fotossensibilizador que após acúmulo no tecido acometido é exposto à luz de comprimentode onda específico e gera espécies reativas de oxigênio (ROS), que são capazes de desencadearmorte celular por reações específicas. A TFD pode ser utilizada no tratamento de câncer e temdemonstrado poucos efeitos colaterais quando comparada a outras terapias antineoplásicas. Ahipericina, um fotossensibilizador de terceira geração, demonstra grande efetividade na promoçãode morte celular, em células tumorais, após fotoativação. O presente estudo tem como objetivoavaliar os efeitos fotodinâmicos da hipericina e seus derivados em células de câncer de mama emelanoma em cultura bidimensional (2D), cultura tridimensional (3D) e em modelo animal(embriões zebrafish), avaliando o efeito da fotoativação em mecanismos de sinalização celular e alterações da matriz extracelular. Dentre as estratégias utilizadas serão realizados ensaios de avaliação do efeito fotodinâmico na viabilidade e clonogenicidade das células tumorais de mama e melanoma, assim como no crescimento tumoral in vivo. Também serão investigadas vias de sinalização e possíveis alterações da matriz extracelular, sendo analisada a expressão de metaloproteases, heparanase e proteoglicanos, moléculas diretamente relacionados com a carcinogênese. Os resultados obtidos poderão evidenciar o potencial uso da TFD como alternativa de tratamento tanto para câncer mamário quanto para o melanoma, além de elucidar mecanismos moleculares e alterações de matriz extracelular importantes para o desenvolvimento de tumores.