Busca avançada
Ano de início
Entree

Degradação de agrotóxicos da classe dos carbamatos via Processos Eletroquímicos Oxidativos Avançados (PEOA) utilizando eletrodos de diamante dopado com boro

Processo: 19/00592-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Neidenêi Gomes Ferreira
Beneficiário:Laís Gimenes Vernasqui
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/10118-0 - Estudo e aplicação da tecnologia eletroquímica para a análise e a degradação de interferentes endócrinos: materiais, sensores, processos e divulgação científica, AP.TEM
Assunto(s):Engenharia de materiais   Agrotóxicos   Carbamatos   Parabenos   Eletro-oxidação   Eletrodos   Diamante dopado com boro

Resumo

Esse projeto tem como objetivo a síntese e caracterização de eletrodos de diamante dopado com boro micro ou nanoestruturados para estudos de degradação de parabenos com atividade de interferência endócrina. Os filmes de diamante serão crescidos via método HFCVD e serão caracterizados a partir de técnicas como: Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), difratometria de raio-x e espectroscopia Raman. A degradação se dará por processos eletroquímicos (oxidação direta e oxidação indireta via eletrogeração de H2O2) e eletro-Fenton associados ao uso O3 e UV (254 nm), sendo inicialmente desenvolvidos em célula eletroquímica e, posteriormente, em reator eletroquímico de fluxo. Como variáveis de estudo deste projeto, serão avaliados: materiais eletródicos, potenciais de reação, eficiência de degradação de cada processo e a identificação dos possíveis intermediários formados, visando a obtenção de informações para a determinação das rotas de degradação para cada composto. A determinação analítica dos compostos alvo e subprodutos será feita a partir da utilização de técnicas analíticas instrumentais, como cromatografia líquida de alta eficiência com detectores UV/Vis (LC) e de massas (LC-MS), cromatografia de íons (IC), análise de carbono orgânico total (TOC) e outras, visando avaliar a eficiência de cada processo estudado. Também fará parte desse projeto a preparação de relatórios científicos, artigos para a submissão em periódicos com seletiva política editorial e trabalhos para a apresentação em congressos e nacionais e internacionais, com finalidade de divulgar os resultados obtidos nesse trabalho. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.