Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito imunomodulador e neuroprotetor do inibidor de epóxi hidrolase, TPPU, na hipernocicepção inflamatória persistente induzida pela artrite na articulação temporomandibular de ratos

Processo: 19/01151-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Juliana Trindade Clemente Napimoga
Beneficiário:Carlos Antonio Trindade da Silva
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic. Faculdade São Leopoldo Mandic (SLMANDIC). Sociedade Regional de Ensino e Saúde S/S Ltda (SRES). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/22334-9 - Uso de sistemas de liberação de fármacos para o desenvolvimento e aplicabilidade de agentes anti-inflamatórios com potencial efeito imunomodulador e neuroprotetor, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/21176-6 - Avaliação do mecanismo intracelular no efeito imunomodulador dos ácidos epoxieicosatrienóicos e da inibição da epóxide hydrolase solúvel em um modelo de artrite, BE.EP.PD
Assunto(s):Articulação temporomandibular   Dor   Inflamação

Resumo

Os ácidos epóxi-eicosatrienóicos (EETs) são produtos do metabolismo do ácido araquidônico catalisada por epoxigenases do citocromo P450. Os EETs possuem uma importante atividade biológica, incluindo efeitos anti-inflamatórios, neuroprotetores e neuromoduladores. Os EETs possuem meia-vida muito curta, pois são hidrolisados rapidamente pela enzima epóxi hidrolase solúvel (sEH), reduzindo sua biodisponibilidade. Sendo assim, têm sido investigado inibidores estáveis de sEH, como o 1-trifluoromethoxyphenyl-3-(1-propionylpiperidin-4-yl)(TPPU) como estratégia de aumentar os níveis de EET nos tecidos, viabilizando seu uso terapêutico. A artrite reumatoide é uma doença autoimune inflamatória crônica e multifatorial que acomete articulações sinoviais como a articulação temporomandibular (ATM), sendo a dor crônica o principal motivo para busca de tratamento. As células do sistema imune têm demonstrado ter participação na modulação da transmissão neural envolvendo condições dolorosas, processo denominado como interface neuroimune da dor. Esta proposta tem como objetivo investigar o papel do TPPU na interface neuroimune envolvida com a sensibilização do sistema nervoso central e desenvolvimento da dor persistente em modelo de artrite induzida por albumina na ATM em ratos.