Busca avançada
Ano de início
Entree

Taxa de absorção de glicose avaliada por PET/RM dinâmico como método para determinação de tecido adiposo marrom em humanos - potencial associação com atividade cerebral

Processo: 19/02055-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 20 de maio de 2019
Vigência (Término): 04 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Licio Augusto Velloso
Beneficiário:Milena Monfort Pires
Supervisor no Exterior: Virtanen Kirsi A
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Turku, Finlândia  
Vinculado à bolsa:16/10616-7 - Efeito do consumo de ácidos graxos monoinsaturados na atividade do tecido adiposo marrom/bege de humanos adultos, BP.PD
Assunto(s):Tecido adiposo marrom

Resumo

Durante as últimas décadas, o aumento da prevalência da obesidade levou pesquisadores a buscar possíveis alvos para prevenir e tratar o excesso de peso corporal e suas comorbidades. Há dez anos, com a redescoberta do tecido adiposo marrom (BAT) pelo uso da tomografia por emissão de pósitrons com 18-fluorodesoxiglicose em combinação com a tomografia computadorizada (18-FDG PET / CT) houve renovação do interesse pelo potencial deste tecido no combate à obesidade. Diferente do tecido adiposo branco, que tem papel primordial de armazenamento de energia, o BAT dissipa energia na forma de calor e é encontrado em grandes quantidades em animais que hibernam. Já foi demonstrado que o BAT pode desempenhar um papel importante na regulação do balanço energético e que capta glicose, o que poderia indicar sua capacidade de liberar glicose e tratar o diabetes. Além disso, estudos epidemiológicos mostraram que a atividade da BAT está inversamente associada à obesidade e às doenças metabólicas e há evidências de que poderia atuar como "ralo metabólico", apresentando um potencial terapêutico para reduzir a obesidade e suas comorbidades. Avanços tecnológicos têm ocorrido na detecção do BAT, entretanto o PET/CT ainda é considerado o padrão ouro, bem como o método mais empregado em estudos clínicos. O 18-FDG/PET scan dinâmico, que permite quantificação mais precisa da taxa de captação de glicose pelo BAT, tem sido usado apenas por alguns grupos de pesquisa (da Finlândia e do Canadá) e é considerado a melhor maneira de avaliar a atividade do tecido. Neste ensaio clínico, investigamos os efeitos do consumo de azeite por quatro semanas no volume e atividade BAT em seres humanos magros e obesos. Após período de treinamento no exterior no Turku PET/Centre em 2018, os nossos resultados preliminares indicaram uma tendência de aumento da atividade de BAT após a ingestão de azeite em voluntários magros, mas não em voluntários obesos. Como consequência do período de estágio em Turku, foi decidido pela inclusão de dez novos participantes a serem avaliados por PET dinâmico. Tal aquisição será fundamental para confirmar os dados preliminares e para fornecer informações mais precisas sobre a atividade do BAT. O período de estágio no exterior e as discussões com o grupo da professora Kirsi Virtanen em 2018 foram muito importantes em nossa decisão de incluir imagens de PET dinâmicas na última fase de nossa coleta de dados. Além disso, seu grupo tem investigado a associação entre ativação cerebral e BAT em indivíduos magros e obesos usando dados de PET/CT e PET/RM, o que está incluído em nossos objetivos. Por fim, seu grupo possui grande expertise em estudos com BAT e acreditamos que esta oportunidade de estágio no exterior (BEPE-FAPESP), que inclui a preparação do manuscrito sob sua supervisão, irá melhorar a qualidade da nossa pesquisa e dos manuscritos derivados dela.