Busca avançada
Ano de início
Entree

Articulação do cuidado a crianças e adolescentes usuárias de drogas: estudo de caso em uma unidade de acolhimento

Processo: 18/22935-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Clarissa Mendonca Corradi Webster
Beneficiário:Julia Corrêa Gomes
Supervisor no Exterior: Jose Luis Lopes Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Porto (UP), Portugal  
Assunto(s):Transtornos relacionados ao uso de substâncias   Tratamento

Resumo

A literatura aponta que a adolescência é uma fase de maior vulnerabilidade para o consumo de drogas. Políticas públicas que visam proteger e cuidar do adolescente com problemas relacionados ao uso de drogas são recentes no Brasil. Unidades de Acolhimento Infanto-Juvenis (UAi) são modalidades apontadas pela legislação atual como opções de cuidado a esta população. Estas foram propostas a partir de uma Portaria com princípios voltados para ações de Redução de Danos, que leva em consideração a importância dos vínculos no desenvolvimento dos adolescentes diante da exclusão social relacionada ao uso de drogas e a desigualdade social. Assim, propõe-se esse estágio de pesquisa no exterior com os objetivos de analisar em que medida uma UAi investe em práticas que colaboram para a construção de vínculos de adolescentes usuários de drogas em situação de vulnerabilidade social; e de aprofundar o estudo teórico do paradigma de redução de danos e dos conceitos de vulnerabilidade utilizados para discussão do corpus da pesquisa a que este estágio está vinculado. Para isso, está sendo realizado um estudo de caso qualitativo, utilizando-se para a coleta de dados entrevistas semi-estruturadas com oito profissionais de uma UAi do interior de São Paulo, análise documental, observação participante, diário de campo e grupo focal com seis profissionais de um Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil de álcool e outras drogas. Será feita análise temática dos dados, com base no paradigma da redução de danos. Desse modo, acreditamos que esse estágio pode contribuir substancialmente ao projeto de mestrado realizado no Brasil, pela possibilidade de ampliar a discussão desta problemática, com o intuito de obter mais subsídios para a construção de políticas públicas voltadas ao cuidado de adolescentes usuários de drogas. (FAPESP)