Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da heterogeneidade do genoma mitocondrial no carcinoma renal de células claras

Processo: 18/24977-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rodolfo Borges dos Reis
Beneficiário:Cláudia Tarcila Gomes Sares
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/04372-0 - DNA mitocondrial: mecanismos de manutenção de sua estabilidade e impacto em doenças, AP.TEM
Assunto(s):Mitocôndrias   Neoplasias renais   Efeito Warburg

Resumo

Avaliação da heterogeneidade do genoma mitocondrial no carcinoma renal de células claras.Introdução: O carcinoma de células renais (CCR) é o tumor renal maligno mais frequente diagnosticado nos adultos. Uma série de defeitos genéticos tem sido observada nos tumores renais, tais achados podem estar envolvidos na gênese ou progressão destas neoplasias. Alterações genéticas da mitocôndria e defeitos metabólicos são fatores que contribuem para o desenvolvimento de muitas doenças humanas, incluindo o câncer. Estas alterações genéticas podem estar relacionadas desde a gênese desta neoplasia até a agressividade tumoral. Dentre as alterações genéticas, destacam-se as deleções e translocações do braço curto do cromossomo 3 e as alterações do genoma mitocondrial (redução no número de cópias; presença de polimorfismos e inserções, deleções e mutações). Objetivo: avaliar a heterogeneidade do genoma mitocondrial no tecido tumoral de pacientes portadores de CCR-células claras. Métodos: Serão obtidas amostras de CCR-células claras e do parênquima renal sem acometimento tumoral de quinze pacientes. De cada paciente, após a nefrectomia, serão retiradas quatro amostras de diferentes regiões da lesão tumoral. Após a microdissecção das amostras realizaremos a extração do DNA de forma a obter apenas o DNA mitocondrial (mtDNA) íntegro sem a contaminação pelo DNA nuclear, nesta técnica de extração ocorre primeiramente o isolamento da fração mitocondrial e em seguida a extração do mtDNA. O sequenciamento do mtDNA será realizado no Ion PGM (New Generation Sequencing); A avaliação da ocorrência de depleção do DNA mitocondrial será realizada através da determinação de número de cópias por Droplet Digital PCR (ddPCR). A avaliação da heterogeneidade intra-tumoral será analisada confrontando-se os achados genéticos encontrados em cada um dos fragmentos do mesmo tumor. Trata-se do primeiro que avaliará a heterogeneidade do mtDNA no CCR-células claras. Este achado contribuirá para a elucidação das alterações metabólicas que ocorrem nas diferentes áreas tumorais de um mesmo paciente