Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade e estrutura genética de duas espécies de formigas ecologicamente contrastantes do gênero Camponotus reveladas por microssatélites e SNPs: uma abordagem comparativa

Processo: 18/21548-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Gustavo Maruyama Mori
Beneficiário:Ivan Carlos de Freitas Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia evolutiva   Marcador molecular   Polimorfismo de um único nucleotídeo   Repetições de microssatélites   Estruturas genéticas   Formigas

Resumo

Os marcadores moleculares são importantes ferramentas utilizadas atualmente em uma ampla gama de estudos genéticos, ecológicos e evolutivos, pois permitem realizar estimativas de migração, delimitação de espécies e inferência de graus de parentesco. Essas aplicações estão diretamente relacionadas aos diferentes tipos de marcadores e suas particularidades, de modo que o critério de escolha depende, por exemplo, do objetivo de estudo, taxas de mutação, e também custos e benefícios inerentes a cada marcador. Dos marcadores existentes, destacam-se microssatélites e SNPs, que são distintos em suas propriedades, mas podem ser empregados em estudos semelhantes, como estimativas de parentesco e de fluxo gênico. Embora exista um crescente interesse na comparação entre esses métodos, tais estudos geralmente estão associados a organismos-modelo. Dentre os organismos não-modelo, destacam-se as formigas por apresentarem importantes interações ecológicas e ampla distribuição geográfica. Recentemente um trabalho obteve dados de marcadores microssatélites em duas espécies de formigas do gênero Camponotus para avaliar se a estruturação genética de ambas as espécies a nível populacional é influenciada pela paisagem. Considerando que inexistem estudos comparativos de ambos marcadores com formigas, este trabalho tem como objetivo comparar a diversidade e a estrutura genética de populações com base em microssatélites e em SNPs para duas espécies ecologicamente distintas de Camponotus. Esperamos que esses dois marcadores exibam padrões de diversidade e de estrutura genética distintos, mas complementares, pois microssatélites e SNPs são influenciados por processos evolutivos que operam em distintas escalas. Desta forma, pretendemos contribuir tanto para o conhecimento da Ecologia e Evolução de C. renggeri e de C. rufipes como para esclarecer uma questão metodológica.