Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo eco-epidemiológico do Vírus Zika na região Nordeste do Estado de São Paulo

Processo: 16/25763-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Luiz Tadeu Moraes Figueiredo
Beneficiário:Leonardo La Serra
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/02438-6 - Estudos com Bunyaviridae causadores de doença, AP.TEM
Assunto(s):Vírus Zika   Virologia   Ecoepidemiologia

Resumo

Este Projeto Temático é amplo, inclui 12 Sub-Projetos de Pesquisa, todos propondo-se a estudar distintos aspectos das infecções por vírus Zika (ZIKV), incluindo a sua doença congênita e a Síndrome de Guillain Barré e desta forma, contribuir de forma relevante para o conhecimento sobre esta virose. O Projeto envolve, além do Coordenador, 4 pesquisadores principais. Terá duração de 3 anos ao custo de R$ 1 161 000. Resumidamente, pretende-se estudar a resposta imune nas infecções por ZIKV por detecção e quantificação de citocinas e também, analisar a expressão gênica em células do sangue periférico de grávidas. Pretende-se desenvolver ou padronizar métodos diagnósticos laboratoriais para ZIKV, tais como, isolamento viral, diferentes RT-PCRs, testes imunoenzimáticos e de neutralização. Também, desenvolver-se-ão novos métodos diagnósticos laboratoriais para ZIKV, como um teste imunocromatográfico rápido, Teste com Luminex e teste por Microarray. Tais métodos modernos poderão resultar em patentes e kits comerciais de diagnóstico. ZIKV isolados de pacientes terão genoma completo sequenciado para estudos de filogenia e epidemiologia molecular que deverão permitir, inclusive, detectar particularidades virais associadas a formas graves de doença. Será desenvolvido um protótipo de vacina contra ZIKV baseado na atenuação viral por múltiplas passagens seriadas do vírus em ovo embrionado de galinha. Esta vacina será testada quanto à sua capacidade protetora da infecção por ZIKV, em camundongos. Também, serão pesquisadas, por moderna metodologia de HTS (High-throughput Screening) e HCS (High-Content Screening), drogas antivirais com ação contra ZIKV, analisando uma vasta biblioteca de compostos químicos. Em crianças com infecção congênita por ZIKV, será pesquisada a associação de doença com o gene e a molécula imunomoduladora HLA-G. Da mesma forma, será pesquisada a infecção por ZIKV em doadores de sangue, visando a conhecer o risco de contaminação destes materiais e melhorar a segurança dos produtos do sangue. Ainda, serão desenvolvidos modelos experimentais murinos da infecção congênita por ZIKV com aplicação em variados estudos experimentais futuros. Por exemplo, um sobre a infecção por ZIKV e sua resposta inflamatória, que será pesquisado nestes animais, mas, também, em seres humanos, tais como: mães, recém-nascidos, fetos e placentas. Para finalizar, será realizado um estudo minucioso sobre o processo replicativo do ZIKV em culturas celulares.