Busca avançada
Ano de início
Entree

A morfologia ainda é relevante na era genômica: um estudo de caso no subgênero de escorpião Tityus (Archaeotityus) Lourenço, 2006 e no gênero Mesotityus González-Sponga, 1981 (Scorpiones: Buthidae)

Processo: 18/26824-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 15 de maio de 2019
Vigência (Término): 29 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Ricardo Pinto da Rocha
Beneficiário:Jairo Andrés Moreno González
Supervisor no Exterior: Lorenzo Prendini
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : American Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/18376-2 - Revisão sistemática e análise filogenético de Tityus (Archaeotityus) (Scorpiones: Buthidae) baseado em caracteres moleculares e morfológicos, BP.DD
Assunto(s):Fenótipo   Filogenia

Resumo

O uso de dados moleculares na sistemática de escorpiões tem aumentado significativamente nas últimas duas décadas, resultando em contribuições que mudaram nosso conhecimento sobre a evolução do grupo. No entanto, ainda existem poucos estudos que combinam estudos morfológicos detalhados e evidência molecular em escorpiões butídeos. Neste projeto, pretendo fazer uso extenso de microscópia eletrônica de varredura (MEV) (e.g., setação do telotarso, placa basal dos pentes e macrocerdas digitoterminais dos pedipalpos) e imagens ópticas da morfologia externa e da genitália masculina, para propor uma matriz completa de dados morfológicos. Para isso, serão examinados 72 terminais de Tityus (Archaeotityus) e Mesotityus vondangeli (associados a 479 seqüências inéditas) depositados no Museu Americano de História Natural, Nova York (AMNH). A matriz de dados morfológicos será adicionada à matriz molecular composta de cinco marcadores genéticos, o que nos permitirá inferir as relações filogenéticas e o posicionamento de Tityus (Archaeotityus) e Mesotityus vondangeli. Os resultados deste projeto serão garantidos pela examinação de espécimes de Tityus (Archaeotityus) coletados em locais de difícil acesso em Equador, Bolívia, Costa Rica, Guiana Francesa, Granada, Guiana, São Vicente e Granadinas, Trinidade & Tobago e Venezuela. Além disso, terei acesso ilimitado ao MEV, microscópio óptico com luz UV e a coleção mais abrangente de escorpiões neotropicais. O Dr. Lorenzo Prendini (AMNH) é colaborador do meu orientador desde o ano 2000. Ele é um dos mais influentes especialistas em escorpiões do mundo.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.