Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de carga de trabalho de enfermagem em UTI neonatal: características e gravidades dos recém-nascidos

Processo: 19/00223-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Silvana Andrea Molina Lima
Beneficiário:Raquel Rondina Pupo da Silveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Enfermagem neonatal   Unidades de terapia intensiva neonatal   Carga de trabalho   Qualidade da assistência à saúde   Gravidade do paciente   Recém-nascido

Resumo

A qualidade da assistência à saúde está diretamente relacionada à segurança do paciente, assim acredita-se que a carga de trabalho de enfermagem e a gravidade do paciente são relevantes para o desenvolvimento efetivo e eficaz das ações da equipe. As características e gravidade dos recém-nascidos admitidos em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) associados a carga de carga de trabalho da equipe de enfermagem contribui na tomada de decisões clínicas e gerenciais de enfermeiros atuantes em UTIN. Assim este estudo tem por objeto identificar a carga de trabalho da equipe de enfermagem e relacionar com as características e gravidade dos RNs internados em UTIN de um hospital de alta complexidade. Trata-se de um estudo de coorte única, realizado no período de março a setembro de 2019, onde serão incluídos todos os RNs admitidos na UTIN de um hospital de alta complexidade do interior de São Paulo que permaneceram por mais de 24 horas internados. Os dados serão analisados por meio de estatística descritiva, com frequências absolutas e relativas das variáveis categóricas apresentadas. Demais testes estatísticos serão indicados conforme a necessidade da amostra.