Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de técnicas analíticas de imagem por ressonância magnética e imagem multiespectral para avaliação de sementes de pinhão-manso

Processo: 19/04127-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Clíssia Barboza da Silva
Beneficiário:Vitor de Jesus Martins Bianchini
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/15220-7 - Métodos de análise de imagens não destrutivos para avaliação da qualidade de sementes, AP.JP
Assunto(s):Banco de sementes   Germinação de sementes   Pinhão manso   Jatropha curcas   Danos mecânicos   Ressonância magnética   Raios X   Tecnologia de sementes   Avaliação do potencial fisiológico

Resumo

Dado o aumento de interesse pela espécie, pelo seu alto potencial para uso como biocombustível, tem se verificado crescente demanda por sementes de pinhão-manso de alta qualidade. Neste contexto, é fundamental observar a sanidade das mesmas, pois vários são os danos que podem ser provocados por patógenos associados às sementes, dentre estes, morte em pré-emergência de plântulas, podridão radicular, tombamento de mudas, manchas necróticas em folhas, caules e frutos, deformações com hipertrofias e subdesenvolvimento, descoloração de tecidos e infecções latentes. Outros danos podem ser provocados na própria semente, como podridão e perda do poder germinativo. Portanto, a busca por testes rápidos, que permitam avaliar de maneira eficiente o potencial fisiológico dos lotes, é importante para complementar e agilizar a tomada de decisões durante várias etapas de produção, principalmente, após a maturidade. Dentro deste contexto, as técnicas analíticas de Ressonância Magnética e de análise multiespectral de imagens surgem como alternativas de grande interesse para avaliação de sanidade, distúrbios fisiológicos, além de danos mecânicos. A metodologia propõe a utilização complementar do teste de raios X no auxílio de criação de rotinas para observação de padrões de imagens que possibilitarão a diferenciação e a detecção de possíveis danos mecânicos nos referidos lotes. Paralelamente, serão conduzidos testes de germinação e de vigor complementares, permitindo a comparação com os padrões obtidos nos testes de análise de imagens, de modo a associar a integridade de partes vitais da semente ao seu potencial fisiológico.