Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do Tratamento Comunitário com populações em situação de alta vulnerabilidade social

Processo: 19/03365-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Pesquisador responsável:Ana Regina Noto
Beneficiário:Marcia Aparecida Ferreira Lima
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/19472-5 - Intervenções inovadoras frente a problemas relacionados ao consumo do álcool no Brasil: busca de novas abordagens para uma antiga questão de saúde pública, AP.TEM
Assunto(s):Vulnerabilidade social   Exclusão social   Comunidades   Álcool   Alcoolismo

Resumo

Tratamento Comunitário (TC) é uma abordagem que visa a integração social, com base na participação ativa de pessoas, redes e comunidades. Seu foco é o processo de exclusão social, dentro do qual o abuso de substâncias é um indicador. Apesar dos resultados promissores do TC, observados em alguns serviços pioneiros que atendem pessoas em vulnerabilidade social, no Brasil e em outros países da América Latina, faltam estudos cientificamente pautados no sentido de avaliar seus resultados e compreender com mais detalhes a viabilidade e os processos que envolvem o TC. Objetivos: Acompanhar o processo e indicadores de viabilidade da implementação do Tratamento Comunitário na cidade de São Paulo, voltado para pessoas que referem problemas relacionados ao consumo de álcool, em situação de alta vulnerabilidade social, tendo como foco na construção das redes operativas e subjetivas das equipes que trabalham com esta população. Métodos e plano de trabalho: O TC será implantado, nos territórios estudados, por cinco equipes de profissionais com aproximadamente oito pessoas em cada, totalizando 40 pessoas que serão capacitadas nos pressupostos do TC, para desenvolver o trabalho. O processo de implementação será acompanhado sob supervisão de profissionais experientes na técnica. A avaliação de processo será realizada por observação participante e por técnicas de pesquisa-ação, incluindo registro de informações (identificação de casos, abordagem, resistências, encaminhamentos, interação com serviços, entre outros aspectos que se apresentarem pertinentes). Os registros serão realizados em diários de campo. O foco de observação será centrado nos problemas identificados e nas estratégias de resolução dos mesmos. Também registrará o processo de mapeamento das redes operativas e subjetivas e suas caracterizações (formas de articulação, intensidade e funcionalidade).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.