Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação espectroscópica de complexos de rutênio combinados a naftalimidas: solvatocromismo, luminescência e empilhamento-pi

Processo: 19/04291-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Sofia Nikolaou
Beneficiário:Sâmya da Silva Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Naftalimidas   Compostos de rutênio   Luminescência

Resumo

O presente projeto propõe sintetizar, caracterizar e estudar as propriedades de novos compostos luminescentes de fórmula geral [Ru(bpy)2(NI)2](PF6)2, os quais apresentam ligantes da família das naftalimidas (R-NI). Serão sintetizados especificamente compostos com os ligantes N-piridil-1,8-naftalimida (NI), 4-amino-N-piridil-1,8-naftalimida (NI- NH2) e 4-nitro-N-piridil-1,8-naftalimida (NI-NO2). O objetivo principal é a união de dois cromóforos com emissão em diferentes regiões do visível e com tempos de vida doestado excitado relativamente longos. Espera-se modular a intensidade e a cor da emissão, e os t 1/2 nos complexos inéditos com a introdução dos substituintes nitro (retirador de densidade eletrônica) e amino (doador de densidade eletrônica).O interesse neste estudo se justifica em função das propriedades individuais de cada cromóforo de interesse, NI e [Ru(bpy)2X2 ]: ambos são luminescentes, sendo que os ligantes NI deverão atuar como "antena" para absorção de comprimentos de onda de maior energia e posterior sensibilização dos estados de transferência de carga do cromóforo centrado no metal. Ambos apresentam solvatocromismo e pelo menos dois processos redox centrados no ligante R-NI e um no íon Ru(II), que são também acompanhados de mudanças cromáticas. Portanto, novas propriedades deverão surgir no complexo formado devido à perturbação mútua das unidades de montagem.Tanto os ligantes quanto os complexos serão sintetizados com base em adaptações de procedimentos anteriormente desenvolvidos em trabalho de Iniciação Científica da candidata, com financiamento FAPESP (processo 2018/01419-9). Quanto à caracterização, esta utilizará as técnicas de espectroscopia de RMN, absorção na região do UV-visível e do infravermelho, luminescência; análise elementar e voltametria cíclica. Cabe destacar também a possibilidade de formação de arranjos por empilhamento-pi dos ligantes NI em solução de solventes polares. O projeto pretende também explorar esse aspecto que se refere à Química Supramolecular.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.