Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação de vesículas extracelulares durante a clivagem de embriões bovinos

Processo: 19/04981-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Juliano Coelho da Silveira
Beneficiário:Rosane Mazzarella
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/22887-0 - Exossomos e microvesículas contendo miRNAs modulam mudanças epigenéticas durante o cultivo in vitro de gametas e embriões em bovinos, AP.JP
Assunto(s):Vesículas extracelulares   Biologia molecular

Resumo

O uso de técnicas de reprodução assistida é uma alternativa para solucionar problemas reprodutivos em espécies domésticas e em humanos. Todavia, existe a preocupação de que o cultivo in vitro de gametas e embriões possa gerar mudanças epigenéticas as quais podem levar à maior pré-disposição a problemas cardíacos, reprodutivos ou desenvolvimento de tumores na vida adulta. Alterações epigenéticas são reguladas por metilação do DNA, por modificações pós-traducionais de histonas ou por microRNAs (miRNA). Os miRNAs são RNAs não codificadores de proteínas que regulam a expressão gênica durante diferentes processos de diferenciação tecidual. Recentemente, vesículas secretadas por células, chamadas de exossomos e microvesículas, foram encontradas em diferentes fluídos corporais contendo material bioativo incluindo miRNAs. Estas vesículas extracelulares (VEs) são consideradas uma nova classe de comunicação celular com possíveis implicações em diferentes processos fisiológicos. Entretanto o seu papel na aquisição de competência dos gametas e no desenvolvimento embrionário ainda é amplamente desconhecido. A hipótese que será testada é que VEs pequenas secretadas por células do oviduto são capazes de alterar a fertilização de oócitos in vitro, bem como o desenvolvimento de embriões bovinos produzidos in vitro. O objetivo é avaliar os efeitos da suplementação de VEs pequenas oriundas de células do oviduto na fertilização de complexos cumulus-oócitos (CCOs) e no desenvolvimento embrionário in vitro de bovinos. Para isso, VEs serão isoladas de lavado de oviduto e de meio condicionado de oviduto e serão caracterizadas. Espera-se determinar o papel da suplementação de VEs durante a maturação e desenvolvimento embrionário inicial, o que poderá influenciar o sistema de produção in vitro atual. Os resultados obtidos nesse projeto permitirão o desenvolvimento de protocolos mais similares à condição fisiológica para a produção in vitro de embriões, com grande impacto na indústria de reprodução assistida em bovinos e em humanos.