Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da imunização com enzimas MEGs de Schistosoma mansoni: busca por novos alvos antigênicos contra a esquistossomose

Processo: 18/16335-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Fernanda de Freitas Anibal
Beneficiário:Natália Lourenço de Freitas
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Imunização

Resumo

A esquistossomose é uma das mais prevalentes doenças infecciosas tropicais existentes.Endêmica em 78 países, estima-se que 240 milhões de pessoas já foram infectadas e mais de700 milhões residem em áreas de risco. Muito da morbidade e mortalidade associada a essahelmintíase é atribuída diretamente a deposição principalmente de ovos e de seus antígenosnos tecidos afetados. O uso do Praziquantel ainda é a prioridade de escolha na estratégia decontrole para reduzir a morbidade causada pela esquistossomose em países endêmicos.Entretanto há relatos de perda de sensibilidade a esse medicamento, o que pode tornar o seuuso cada vez menos eficaz. Diferentemente de seu hospedeiro humano, a alimentação e defesado Schistosoma mansoni depende de uma cascata de reações formada por proteínasfundamentais, sendo uma delas as MEGs, o que as tornam um potencial alvo para elaboraçãode novos agentes esquistossomicidas, ou até mesmo vacinas. Os genes de micro-exons(MEGs) são estruturas genômicas únicas encontradas em secreções e ovos maduros,exclusivamente, em S. mansoni, são semelhantes às mucinas associadas às células em sereshumanos. O uso de proteínas recombinantes é uma estratégia para produção de vacinas contraS. mansoni, pois estudos realizando imunização com outras proteínas apresentaram resultadosexpressivos no aumento da resposta imune específica liderada por anticorpos. Com isso, opresente projeto tem como principal objetivo analisar a produção de anticorpos, bem como aresposta imunológica como um todo em camundongos previamente imunizados com asproteínas recombinantes Micro-exon genes (MEGs) específicas de S. mansoni. Através dessaanálise espera-se obter possíveis candidatos a vacinas contra a esquistossomose mansônica.