Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação do papel dos cementócitos na homeostasia do cemento dental durante movimentação ortodôntica

Processo: 18/26341-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Francisco Humberto Nociti Junior
Beneficiário:Elis Janaína Lira dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/09435-6 - Determinação do papel dos cementócitos na homeostasia do cemento dental durante movimentação ortodôntica, BE.EP.DR
Assunto(s):Cementócito   Cemento dentário   Homeostase   Tecidos mineralizados   Técnicas de movimentação dentária   Imuno-histoquímica   Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas   Microscopia

Resumo

Os cementócitos não apenas dividem características morfológicas com osteócitos, mas também expressam inúmeros reguladores do metabolismo de tecidos duros em comum. Entretanto o conhecimento a nível celular e molecular dos cementócitos e seu papel na homeostasia do cemento dental ainda não estão esclarecidos. Desta forma, a hipótese da presente proposta é de que os cementócitos desempenham um papel importante na manutenção do periodonto de sustentação, em especial no cemento dental. Uma análise comparativa proteômica do cemento dental, estimulado ou não a movimentação ortodôntica, será feita pela combinação das técnicas de cromatografia líquida associada a espectometria de massa (LC-MS/MS), e proteínas selecionadas serão validadas utilizando-se a técnica de imuno-histoquímica (IHC). Adicionalmente, alterações morfológicas e ultraestruturais nos cementócitos serão investigadas por meio de microscopia eletrônica de transmissão, microscopia confocal em amostras marcadas com fluorosceína isotiocianato e microtomografia computadorizada. Com os resultados da presente proposta, espera-se definir qual a participação dos cementócitos no controle dos processos de reabsorção e aposição do cemento dental, identificando biomoléculas com potencial utilização no controle da formação e regeneração desse tecido. (AU)