Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem baseada em traços dos impactos da mudança climática na funcionalidade relacionada à fenologia das plantas

Processo: 19/06487-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:David Montenegro Lapola
Beneficiário:Gabriela Martins Sophia
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/02537-7 - AmazonFACE/ME: projeto de integração Modelagem-Experimento do Amazon-FACE - o papel da biodiversidade e feedbacks climáticos, AP.PFPMCG.JP
Assunto(s):Ecologia funcional

Resumo

Diversos modelos da biosfera terrestre foram desenvolvidos para melhor entender a resposta da vegetação às perturbações humanas, a saber, os modelos dinâmicos de vegetação global - DGVMs. No entanto, esses modelos geram uma resposta substancialmente variável sobre o papel da biosfera no ciclo de carbono global à luz dos cenários de mudança climática. Esta variação pode ser parcialmente explicada pela generalização feita nas DGVMs no que diz respeito à diversidade funcional das plantas (ou seja, um elevado número de estratégias de crescimento é atualmente representado por apenas alguns tipos funcionais nas DGVMs atuais). Modelos baseados em atributos funcionais surgem como alternativa promissora para uma melhor caracterização dos mecanismos sobreviventes e estratégias de crescimento adotadas pelas plantas. Este projeto MS contribuirá para o desenvolvimento do modelo de Avaliação de Característica funcional de Carbono e Ecossistema (CAETÊ), mais especificamente com a implementação de um módulo de fenologia no código fonte. Este desenvolvimento tem como objetivo melhor representar a sazonalidade da vegetação e, posteriormente, os impactos das variáveis ambientais (por exemplo, mudanças climáticas) sobre ela, usando a lógica de estratégias de vida multi-planta do modelo CAETÊ. O beneficiário desta bolsa usará um esquema de fenologia já existente e se adaptará ao modelo CAETÊ, que usa uma heurística de compensações para simular características variadas da planta.