Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma etnografia dos encontros nos centros de acolhimento para refugiados: subjetividades em transformação entre a Itália e a Gâmbia

Processo: 18/22947-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 15 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Paula Montero
Beneficiário:Viola Castellano
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Subjetividade   Migração   Etnografia   Refugiados   Itália   África Ocidental

Resumo

O objetivo de meu projeto é investigar como requerentes de asilo e refugiados representam, utilizam e lidam com sua experiência em centros de acolhida e recepção na Itália de modo a reorganizar sua trajetória ao deixar o sistema de asilo. O foco da pesquisa são especialmente os efeitos do processo de mediação, em seus aspectos formais e informais. Por meio de uma etnografia multi-situada a ser realizada na Itália e na Gâmbia, a pesquisa buscará descrever como a vida nos centros de recepção transforma as subjetividades e os objetivos migratórios desses sujeitos, assim como a forma como essas transformações são narradas e performatizadas discursivamente. O propósito de minha etnografia é explorar um caso específico, qual seja, o dos requerentes de asilo da Gâmbia, e investigar seus repertórios discursivos e práticas de modo a localizar e significar sua presença na Europa após deixarem o sistema de asilo. Tal caso etnográfico permitirá lançar luz sobre como as tecnologias do sistema de asilo afetam a paisagem migratória transnacional. (AU)