Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento e seleção de microrganismos de solo como ferramentas biotecnológicas na biodegradação do herbicida tebutiurom

Processo: 18/22144-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Paulo Renato Matos Lopes
Beneficiário:Bruno Pinheiro Brunaldi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia agrícola   Impactos ambientais   Bioprospecção   Biorremediação   Biodegradação   Poluição do solo   Herbicidas   Cana-de-açúcar

Resumo

O Brasil possui destaque internacional na produção de cana-de-açúcar, sendo que a relevância agrícola nacional está diretamente associada ao elevado usado de produtos químicos. No controle de plantas daninhas, o tebutiurom é um dos herbicidas mais usados na lavoura canavieira no Brasil. Contudo, esta molécula possui elevado potencial de impacto ambiental em virtude de sua toxicidade e persistência no solo. Embora os agrotóxicos apresentem efeito benéfico sobre a produtividade agrícola, deve-se considerar o risco potencial desses produtos químicos no ambiente, o que tem despertado o interesse científico para sua degradação. Logo, a busca por novas estratégias na redução desse impacto ambiental faz-se necessária a fim de desenvolver alternativas ecológica e economicamente viáveis de remediação de solos contaminados com este herbicida. Assim, o presente projeto de pesquisa propõe isolar e selecionar microrganismos do solo como ferramentas biotecnológicas potencialmente eficientes na biodegradação da molécula de tebutiurom. A bioprospecção das linhagens microbianas será realizada a partir de amostras de solo cultivado com cana-de-açúcar com histórico de aplicação de tebutiurom por técnicas de isolamento. As culturas potencialmente degradadoras de tebutiurom serão identificadas morfologicamente e os resultados expressos pelo número de microrganismos identificados baseado na quantidade de culturas morfologicamente diferentes. Além disso, os isolados poderão ser encaminhados para a identificação molecular. O método colorimétrico com o indicador DCPIP será utilizado na avaliação do potencial metabólico dos isolados e consórcios microbianos na biodegradação do tebutiurom. Inicialmente, será avaliada a capacidade de crescimento e de biodegradação dos isolados individualmente e, a partir desses resultados, serão propostos consórcios entre as linhagens. Estes resultados serão expressos no tempo mínimo de descoloração para cada cultura isolada e/ou consórcio microbiano. Por fim, os dados experimentais serão analisados efetuando-se a análise de variância, teste de Tukey a 5,0% de probabilidade para a comparação de médias. Potencialmente, espera-se apresentar uma tecnologia inovadora e de aplicação comercial para a validação de patentes como ferramenta biotecnológica de biorremediação.