Busca avançada
Ano de início
Entree

Modo de produção no contexto da MEGA-2 I/5 (die Deutsche Idéologie)

Processo: 19/06615-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de junho de 2019
Vigência (Término): 27 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Marcos Severino Nobre
Beneficiário:Olavo Antunes de Aguiar Ximenes
Supervisor no Exterior: Stefan Gosepath
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Freie Universität Berlin, Alemanha  
Vinculado à bolsa:17/01178-9 - Duas variações sobre modo de produção em Karl Marx: a ideologia alemã (1845-6) e os Grundrisse (1857-8), BP.DR
Assunto(s):Filosofia política

Resumo

Desde a primeira publicação pelo Instituto Marx-Engels (em Moscou) da então chamada A Ideologia Alemã (1845-6), essa obra junto com os Manuscritos Economico-filosóficos, tornou-se uma pedra fundamental nas discussões e na recepção marxista. Rapidamente, recorreu-se principalmente ao capítulo de Feuerbach (o qual hoje sabe-se que foi manipulado pelos primeiros editores) para pesquisar as teses fundamentais do materialismo histórico. Particularmente uma categoria foi central nessas reconstruções: a categoria de modo de produção. Meu projeto de pesquisa na Alemanha pretende reconstruir as linhas principais de tal debate marxista sobre modo de produção em vistas das novas informações presentes na MEGA-2 I/5. Essa é uma parte de um projeto de pesquisa mais abrangente acerca da diferentes conceituações de modo de produção na Ideologia Alemã e nos Grundrisse (1857-8). Minha hipótese de trabalho para essa projeto maior é de que Marx passou de um modelo crítico do materialismo histórico (de 1845-6 em frente) a um modelo da crítica da economia política (de 1857-8 em frente).