Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do QGP através da evolução hidrodinâmica

Processo: 19/05700-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Jun Takahashi
Beneficiário:Willian Matioli Serenone
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/05685-2 - Física hadrônica em colisões nucleares de altas energias, AP.TEM
Assunto(s):Grande Colisor de Hádrons   Cromodinâmica quântica

Resumo

Este plano de atividades é referente ao projeto de pesquisa para programa de PD inserido no projeto temático "Física Hadrônica em Colisões Nucleares de Altas Energias" (2017/05685-2) que tem como foco principal a matéria nuclear fortemente interagente criada em colisões nucleares de íons pesados em energias relativísticas (IPR). O objetivo geral do projeto temático é desenvolver estudos de fenomenologia nesta área agregando pesquisadores teóricos e experimentais. O projeto de PD apresentado se insere neste contexto tendo como meta principal averiguar aspectos fenomenológicos das colisões de IPR utilizando um modelo de evolução hidrodinâmica relativística dissipativa. Atualmente, já temos um código de simulação para estudar colisões de IPR tanto nas energias do LHC como também do RHIC. Este código foi desenvolvido por membros do temático em um projeto anterior (2018/01245-0), portanto esta proposta dá continuidade ao trabalho já iniciado. O projeto atual deverá focar no aprimoramento deste código e principalmente no uso para testar e compreender novos processos físicos que possam ser associados a observáveis experimentais (variáveis mensuráveis). Também esperamos neste projeto averiguar e estudar a validade de observáveis relacionados à evolução hidrodinâmica para sistemas pequenos como os que são esperados em colisões próton+próton, Xenônio+Xenônio, próton+Chumbo e colisões periféricas de Chumbo+Chumbo.