Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de microplásticos e plásticos líquidos em efluentes por processos oxidativos avançados

Processo: 19/02390-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Renato Falcão Dantas
Beneficiário:Tiago Gomes de Aragão Belé
Supervisor no Exterior: Marc Constapel
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Local de pesquisa : Bergische Universität Wuppertal, Alemanha  
Vinculado à bolsa:18/15706-0 - Influência da composição do efluente secundário na desinfecção por O3/H2O2, BP.MS
Assunto(s):Tratamento de águas residuárias   Saneamento ambiental   Peróxido de hidrogênio   Ozônio   Processos oxidativos avançados

Resumo

O tratamento de efluentes domésticos e industriais é de suma importância na preservação de diferentes ecossistemas aquáticos, visando que os contaminantes presentes nos efluentes sejam eliminados antes da disposição do material tratado no ambiente.Processos de oxidação avançada (AOPs) são processos usados em sistemas de tratamento de água que associam mais de um processo oxidativo, de modo que espécies altamente oxidantes sejam produzidas e o material oxidável da água seja oxidado até mineralização e, assim, o material a ser descartado fica livre ou muito baixo nível de contaminantes.Muitos são os componentes do esgoto; em particular, os plásticos causam muita preocupação ambiental. Microplásticos e plásticos líquidos, além de terem sua presença evidenciada em diversos ecossistemas e níveis tróficos, são hoje considerados contaminantes emergentes e capazes de liberar substâncias maliciosas durante os tratamentos de oxidação. Eles também podem atuar como transportadores de outros contaminantes por meio de adsorção em sua superfície.Os métodos cromatográficos de análise são os mais utilizados na determinação química e são uma poderosa ferramenta de análise de microplásticos e plásticos líquidos e subprodutos gerados durante os tratamentos de oxidação.Este estudo tem como objetivo estudar os efeitos dos processos oxidativos avançados em microplásticos e plásticos líquidos durante o tratamento de efluentes, bem como estudar os produtos de degradação gerados. A Universidade de Wuppertal, uma universidade técnica com forte experiência em projetos dentro do setor privado, possui a instrumentação em nível de estado da arte para os procedimentos analíticos, considerado um aspecto limitante para esse tipo de estudo.