Busca avançada
Ano de início
Entree

Conservadores e cidadania: a história de um conceito nos governos Thatcher (1979-1990), Major (1990-1997) e Cameron (2010-2016)

Processo: 19/01366-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História
Pesquisador responsável:Francisco Carlos Palomanes Martinho
Beneficiário:Lenon Campos Maschette
Supervisor no Exterior: Richard Charles Vinen
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : King's College London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/01521-8 - Conservadores e cidadania: a história de um conceito nos governos Thatcher (1979-1990), Major (1990-1997) e Cameron (2010-2016), BP.DR
Assunto(s):Cidadania   Conceito   Reino Unido   Ideologia política

Resumo

A estagnação econômica e a crescente inflação experimentadas pelas economias desenvolvidas da Europa Ocidental, sobretudo a economia britânica, a partir do final da década de 1960s, ofereceriam a conjuntura perfeita para a tentativa de uma total renovação do modelo político-econômico então vigente, bem como a oportunidade para a implementação de novos modelos e teorias, baseados nas críticas e soluções propostas pelos pensadores de uma então nascente Nova Direita. O objetivo geral deste trabalho é analisar o desenvolvimento e a evolução do significado do conceito de cidadania, dentro do discurso do Partido Conservador Britânico, durante os governos dos Primeiros Ministros Margaret Thatcher (1979-1990), John Major (1990-1997) e David Cameron (2010-2016). O estudo buscará compreender tanto o significado desta ideia dentro de cada administração conservadora acima citada, bem como investigará, partindo de uma análise diacrônica, as rupturas, continuidades, inovações e ressignificações do termo, dentro do discurso conservador, neste período que abrange o final do século XX e inicio do século XXI. Assim, o estudo pretende desvendar como a relação entre indivíduo e Estado, cidadão e instituições transformaram-se, durante um período de profundas mudanças, rupturas e renovações, bem como entender como seus sucessivos sucessos e fracassos viriam a moldar e remodelar este conceito, ao longo dos anos, dentro do pensamento do partido.