Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização do comprimento da ulna como método alternativo para avaliação do crescimento de meninos de 3 a 6 anos de idade

Processo: 18/16745-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Carla Maria Ramos Germano
Beneficiário:Daniel Galvão de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia pediátrica   Antropometria   Estatura   Desenvolvimento ósseo   Desenvolvimento infantil   Ulna   Meninos   Análise de dados   Regressão linear

Resumo

O crescimento é um processo biológico dinâmico e contínuo sendo o acompanhamento do crescimento infantil, particularmente a avaliação da estatura, um importante componente da adequação nutricional e de saúde geral. Estudos indicam a necessidade de métodos alternativos para sua avaliação em pacientes cujas limitações físicas impedem a aferição tradicional. O presente trabalho visa avaliar se é possível utilizar o crescimento da ulna como método alternativo para monitorar o crescimento de meninos pré-escolares. Trata-se de pesquisa descritiva, longitudinal, que será desenvolvida nas creches da rede municipal de ensino da cidade de São Carlos (SP), sobre amostra de conveniência. Serão selecionados 150 meninos de creches em idade pré-escolar (entre 3 e 6 anos). Elas terão seu peso, altura, envergadura, segmentos superior e inferior e comprimento da ulna aferidos nos tempos 0, 6 e 9 meses utilizando-se instrumentos padrão de medida. A medida do comprimento da ulna será realizada com as crianças sentadas, com o antebraço esquerdo em pronação completa e com o cotovelo fletido formando ângulo que pode variar de 90 a 100 graus a ser medido com goniômetro padrão. A medida da ulna será determinada de duas maneiras: 1) Utilizando um paquímetro certificado (Technoferramentas®) e 2) papel A3 milimetrado. Os dados serão apresentados como média ± desvio padrão e o nível de significância adotado será de 5%. A significância estatística das diferenças será determinada pelo teste t não paramétrico. O teste do qui-quadrado será utilizado para comparar variáveis categóricas e o teste de Spearman para avaliar o grau de correlação entre as variáveis, utilizando o programa GraphPad Prism®. A análise dos dados para predição da altura será utilizada a partir de métodos de regressão linear múltipla, porém também será utilizada a técnica de aprendizado de máquina para criar um modelo de predição.