Busca avançada
Ano de início
Entree

A (in)visibilidade pública como fator de estratificação social na construção do profissionalismo docente do Direito

Processo: 19/02395-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Maria da Gloria Bonelli
Beneficiário:Bruna Verdadeiro Moraes
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia das profissões   Direito   Profissionalismo   Estratificação social   Entrevistas (psicologia)

Resumo

Estudos recentes acerca da docência do Direito apontam para a presença de uma estrutura principalmente genderizada e racializada, em que se mobiliza um ideário profissional de referência branca e masculina. O presente trabalho propõe-se a analisar as disputas de poder presentes na construção do profissionalismo docente, especificamente na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - campus Ribeirão Preto, a fim de compreender em que medida a visibilidade pública é um fator de estratificação social nesse processo. A motivação desse recorte se dá pelo entendimento de que o discurso hegemônico é produzido já num contexto desigual, de modo que, para se estabelecer, baseia-se em apagamentos históricos. Assim, a hipótese pensa como central o embate entre a visibilidade e a invisibilidade no meio profissional acadêmico. Para comprová-la ou refutá-la, a pesquisa utiliza-se do multimétodo, promovendo uma investigação exploratória sobre a apresentação da instituição por meio de seu site e dos currículos docentes que resultará em um perfil sociodemográfico dos docentes da graduação e da pós-graduação, com a realização de entrevistas presenciais baseadas em um roteiro semiestruturado.