Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem molecular e análise de expressão tecidual dos genes do complexo maior de histocompatibilidade MHCI, MHCIIa e MHCIIb em lambaris (Astyanax altiparanae)

Processo: 19/02434-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Mateus Maldonado Carriero
Beneficiário:Igor Mateus Queiroz Gato
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Imunologia veterinária   Aquicultura   Peixes   Astyanax   Lambari   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)

Resumo

A aquicultura vem sendo reconhecida como a atividade zootécnica com maiores índices de crescimento, possuindo relevância cada vez maior na produção de proteína animal no Brasil. Entre as espécies de maior importância destaca-se o lambari-do-rabo-amarelo (Astyanax altiparanae), um caraciforme de pequeno porte que, devido às suas características físicas e fisiológicas, além de fácil manejo e reprodução, o tornam uma espécie atrativa para criação e comercialização e utilização como modelo experimental em pesquisas científicas. Entretanto, este potencial não é totalmente aproveitado, uma vez que o desenvolvimento de maneiras eficazes de prevenir e controlar o aparecimento de doenças que possam acometer estes animais esbarra na falta de conhecimento a respeito do funcionamento de seu sistema imunológico. O desenvolvimento de vacinas e várias estratégias de controle de enfermidades dependem do conhecimento dos mecanismos envolvidos na ativação da resposta imune adaptativa, que leva à produção de anticorpos, sendo que algumas das principais moléculas envolvidas nesse processo são as do Complexo Maior de Histocompatibilidade (MHC). Atualmente não existem estudos a respeito da caracterização e perfil de expressão destas proteínas em nenhuma espécie de peixe sul-americana. Desta forma, o objetivo deste projeto é caracterizar a sequência de cDNA dos genes MHCI, MHCIIa e MHCIIb de A. altiparanae e analisar os seus níveis de expressão em diferentes tecidos e órgãos pela técnica de qPCR.