Busca avançada
Ano de início
Entree

Sobre Raymond Williams e a perspectiva de natureza: a circulação transatlântica de o campo e a cidade no Brasil (1989 - 2019)

Processo: 19/00323-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Alexandro Henrique Paixão
Beneficiário:Hiago Vaccaro Malandrin
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cidades   Natureza

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem como objeto de estudo parte da obra do autor galês Raymond Williams (1921-1988). Nosso trabalho tem como centro o livro O campo e a cidade: na história e na literatura (1973), e a sua circulação após a primeira tradução no Brasil, em 1989, pela editora Companhia das Letras. Nosso trabalhou partiu de um estudo prévio, que mostrou que essa obra teve uma extensa circulação no país, sobretudo em espaços universitários. Todavia, ainda existem questões que requerem uma investigação mais profunda. Primeiro, em termos de circulação, precisamos entender como o trabalho das editoras, das bibliotecas universitárias e dos pesquisadores que se apropriaram de Williams e, em particular, desse livro, estimulou diversas reimpressões desta obra em cenário nacional. Depois, devemos nos focar no estudo de teses, artigos, livros e debater que tipo de ideias foram gestadas por essas frações intelectuais. Apesar de ter sido o livro Cultura e Sociedade (1958) que deu a Williams reconhecimento mundial, no Brasil foi O Campo e a Cidade e o fenômeno da natureza como um problema de cultura e sociedade que parecem ter se destacado quando observamos a circulação desta obra nos espaços universitários. Sendo assim, esse assunto precisa ser aprofundado. Nós precisamos combiná-lo com a questão da natureza, tão cara ao pensamento social no Brasil, conforme pretendemos demonstrar.