Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos neurônios espelho na toxicodependência: um estudo cross-linguístico no Irã e no Brasil

Processo: 19/04104-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Convênio/Acordo: Cognitive Science and Technology Council of Iran
Pesquisador responsável:Fábio Marques Simões de Souza
Beneficiário:Victor Borghi Gimenez
Instituição-sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/06504-4 - O papel dos neurônios espelhos na Toxicodependência: um estudo Cross-Linguístico no Irã e no Brasil, AP.R
Assunto(s):Biologia computacional   Neurociência computacional   Sistema límbico   Dependentes químicos   Transtornos relacionados ao uso de substâncias   Modelagem computacional   Simulação por computador   Redes neurais (computação)

Resumo

O campo dos estudos da neurociência vem estudando diversas funcionalidades no cérebro dos mais diversos seres vivos ademais estipulando descobertas mediante observações na natureza, uma delas vem sendo a dos neurônios espelho. Os neurônios espelho disparam potenciais de ação quando o indivíduo executa uma ação e quando o indivíduo observa outro indivíduo executar a mesma ação. Portanto, os neurônios espelho são considerados a base do mecanismo de compreensão do significado e da intenção de uma ação. Acredita-se que os neurônios espelho estejam envolvidos com o processamento de fatores emocionais, como os sentimentos de medo e vergonha, em pessoas com alcoolismo diante de outras pessoas. De forma análoga, o sistema límbico, que inclui a amígdala e o hipocampo, é caracterizado como sendo a região cerebral responsável pelas sensações emocionais e formação de memória. Em observações realizadas em indivíduos toxicodependentes é possível correlacionar a atividade do sistema límbico com o sentimento compulsivo, sua conclusão deve-se ao fato de abstrações próprias através da leitura do artigo de Trevor (ROBBINS T.W., Everitt BJ. Limbic-striatal memory systems and drug addiction. Neurobiol Learn Mem 78: 625-636). O objetivo deste estudo consiste em estabelecer um modelo computacional embasado em simulações de comunicações entre neurônios-espelho localizados no hipocampo e na amígdala. Pretende-se construir uma rede neural com esses componentes para simular uma situação saudável e uma situação de toxicodependência. Serão realizadas atividades de treinamento das redes neurais biofísicas com neurônios espelho, modelagem gráfica em 2D e 3D, relativas as mudanças e formas de apresentar soluções, para obter redes neurais capazes de reaprender ações e treinar o sistema com toxicodependência na abstinência dos seus vícios.