Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção automática da zona epileptogênica a partir de sinais de EEG com o uso de redes complexas

Processo: 19/07469-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Andriana Susana Lopes de Oliveira Campanharo
Beneficiário:Gustavo Henrique Tomanik
Supervisor no Exterior: Ernesto Estrada Roger
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Zaragoza, Espanha  
Vinculado à bolsa:18/02014-2 - Uso de redes complexas na previsão de convulsões e na localização da zona epileptogênica de pacientes epilépticos, BP.MS
Assunto(s):Eletroencefalografia

Resumo

A epilepsia é um distúrbio cerebral e caracterizada predominantemente por interrupções, recorrentes e imprevisíveis da função cerebral, denominadas crises epilépticas. Crises epilépticas são episódios que podem variar de breves e quase indetectáveis a longos períodos de agitação vigorosa. Tais episódios podem ter um impacto significativo na vida diária dos pacientes e são pouco controlados em mais de 30% dos pacientes com epilepsia. Portanto, faz-se necessária a intervenção médica e o tratamento alternativo é a cirurgia para a remoção da zona epileptogênica, que é a região neuronal responsável pela geração das crises epilépticas. A técnica de Eletroencefalograma (EEG) é um dos testes diagnósticos mais importantes para a investigação da atividade neuronal de pacientes com distúrbios convulsivos e epilepsias. No meio científico, têm sido propostas técnicas não-invasivas para a localização da zona epileptogênica, mas na maioria dos casos os resultados obtidos permanecem não convergentes e/ou inconclusivos. Nas duas últimas décadas, a pesquisa em redes complexas tornou-se o foco de atenção generalizada, com desenvolvimentos e aplicações que abrangem diferentes áreas científicas, da sociologia e da biologia à física. Recentemente, Campanharo et al. propuseram um mapeamento de uma série temporal em uma rede complexa e trabalhos anteriores mostraram que as redes complexas obtidas herdam algumas das propriedades das séries temporais associadas. Neste projeto de pesquisa, propõe-se uma técnica não-invasiva de análise de dados EEG baseada nesse mapeamento para a detecção da zona epileptogênica em pacientes epilépticos.