Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de impermeabilização superficial parcial na mobilização de contaminantes e na degradação microbiana em depósito de resíduos desativado

Processo: 18/24615-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Edson Cezar Wendland
Beneficiário:Alice Kimie Martins Morita
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03806-1 - Disponibilidade hídrica e riscos de contaminação em áreas de afloramento do Sistema Aquífero Guarani, AP.BIOEN.TEM

Resumo

A avaliação das condições físico-químicas e microbiológicas de áreas impactadas por depósitos de resíduos é essencial para o entendimento dos processos de atenuação e de transporte de contaminantes envolvidos, contribuindo para a previsão da necessidade de medidas de intervenção, bem como para a verificação de sua efetividade. No Brasil e em outros países de clima tropical e subtropical, estudos envolvendo a caracterização das plumas de contaminantes oriundas de depósitos de resíduos ainda são escassos, o que leva à adoção de alternativas de gerenciamento não adaptadas às realidades locais. Neste âmbito, este projeto de pesquisa visa a avaliar a efetividade da adoção de impermeabilização superficial parcial na mitigação dos impactos gerados por depósitos de resíduos abandonados, assim como da atenuação natural monitorada como medida de remediação de plumas de contaminantes em zonas de recarga do aquífero Guarani, de forma a propor alternativas de gerenciamento compatíveis com a realidade brasileira. Para tanto, será realizado um levantamento integrado e comparativo das condições da zona não saturada e saturada da área em estudo, antes e após medidas de impermeabilização superficial parcial. Serão realizadas coletas de amostras de água subterrânea, lixiviado e material sólido do maciço de resíduos e conduzidas análises físico-químicas e microbiológicas (extração de DNA, PCR-DGGE e sequenciamento do 16S rRNA), em etapas anterior e posterior à impermeabilização. Ensaios geofísicos serão realizados complementarmente, visando a auxiliar na avaliação da mobilização de contaminantes nas duas etapas. Com este estudo, será possível relacionar a comunidade microbiana com os contaminantes presentes na massa de resíduos e com os processos de degradação possivelmente existentes e, desta forma, prever os processos de atenuação natural e os efeitos e benefícios da adoção de impermeabilização superficial em depósitos de resíduos não planejados. Os resultados poderão contribuir com o melhor gerenciamento de áreas contaminadas, proporcionando ferramenta de identificação dos mecanismos de atenuação natural e auxiliando na proposição de medidas de intervenção e remediação. Este projeto de doutorado está inserido no projeto temático FAPESP "Disponibilidade hídrica e riscos de contaminação em áreas de afloramento do Sistema Aquífero Guarani", processo15/03806-1.