Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da obesidade maternal sobre os neurocircuitos hipotalâmicos da prole: perfil da expressão de microRNA dos núcleos arqueado e paraventricular, e desfechos associados

Processo: 19/06313-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 17 de junho de 2019
Vigência (Término): 16 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Jose Donato Junior
Beneficiário:Isadora Clivatti Furigo
Supervisor no Exterior: Susan Ozanne
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Cambridge, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/09679-4 - Estudo dos efeitos centrais do hormônio do crescimento sobre o metabolismo energético e controle glicêmico, BP.PD
Assunto(s):Metabolismo   Hipotálamo   Núcleo arqueado do hipotálamo   Desenvolvimento fetal   Obesidade   MicroRNAs

Resumo

A obesidade está fortemente associada a uma variedade de resultados adversos na saúde e o aumento da obesidade infantil é particularmente alarmante. Estima-se que mais de 42 milhões de crianças menores de 5 anos apresentem excesso de peso (Organização Mundial de Saúde) e a obesidade infantil acompanha fortemente a obesidade na adolescência e na vida adulta. Particularmente preocupante é a crescente prevalência de obesidade em mulheres em idade fértil, já que isso não só tem implicações para a própria saúde, mas também tem efeitos a longo prazo sobre a saúde dos filhos. Devido à importância das condições maternas para o desenvolvimento normal da prole, tanto as situações de desnutrição quanto obesidade materna podem prejudicar o crescimento e desenvolvimento intrauterino da prole.O fenótipo de um indivíduo pode ser impulsionado pelas condições ambientais in útero e pós-natal precoces, como o estado nutricional da mãe. Isso deu origem à noção de "programação metabólica na gestação". A disponibilidade de nutrientes durante os períodos intrauterino ou perinatal pode induzir alterações metabólicas e estruturais a longo prazo, incluindo mudanças permanentes no desenvolvimento do cérebro e aumento do risco de obesidade. À luz das evidências que demonstram a importância do ambiente intrauterino e seus efeitos na saúde da prole, no presente projeto pretendemos estudar o perfil de expressão do miRNA nos núcleos arqueados e paraventriculares do hipotálamo de camundongos filhos de mães obesas. Os núcleos arqueados e paraventriculares estão localizados no hipotálamo, a região central do cérebro que medeia a regulação da ingestão dietética a curto e longo prazo através da síntese de vários neuropeptídeos orexígenos e anorexígenos. Portanto, os resultados desses estudos nos ajudarão a entender os mecanismos epigenéticos subjacentes ao aumento do risco de obesidade em filhos de mães obesas.