Busca avançada
Ano de início
Entree

Como governar a zona costeira na região macro-metropolitana: desafios para gestão costeira integrada no Litoral de São Paulo

Processo: 19/04481-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 19 de julho de 2019
Vigência (Término): 18 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Alexander Turra
Beneficiário:Leandra Regina Gonçalves Torres
Supervisor no Exterior: Oran Young
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Santa Barbara (UC Santa Barbara), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/00462-8 - Oportunidades e fragilidades da gestão costeira integrada no litoral paulista no contexto da governança da macrometrópole, BP.PD

Resumo

O principal objetivo deste projeto é avaliar os principais desafios para a promoção da gestão costeira integrada, levando em consideração a complexa dinâmica regional, e identificar oportunidades para um território integrado dentro de um contexto urbano. Assim, as condições do litoral paulista, compreendendo apenas o litoral norte e a Baixada Santista, serão utilizadas como estudo de caso, aplicando-se o princípio da integração da política ambiental e o conceito de interação institucional. Esses 12 meses de pesquisa fazem parte de um projeto de pós-doutorado de dois anos e buscará discutir o desenvolvimento de uma possível governança multinível e policêntrica, ambas necessárias para conectar e integrar sistematicamente objetivos aparentemente incompatíveis de competitividade econômica, desenvolvimento social e proteção ambiental e, portanto, garantir o desenvolvimento sustentável. A costa de São Paulo é um caso interessante de análise, pois, ao longo de sua extensão, abrange uma ampla diversidade de ecossistemas responsáveis pela prestação de serviços ecossistêmicos de grande importância ambiental, social e econômica e tem sido impactada por mudanças climáticas, megaprojetos, crescimento populacional e ocupação costeira desordenada.