Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de um novo analgésico volátil (composto t - UC Davis) versus morfina nas análises biomecânicas de equinos com claudicação crônica

Processo: 19/04433-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Antonio José de Araujo Aguiar
Beneficiário:Antonio José de Araujo Aguiar
Anfitrião: Robert Joseph Brosnan
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Farmacocinética   Biomecânica   Equinos

Resumo

Serão utilizados seis equinos adultos portadores de claudicação crônica (Grau e 2 - American Association of Equine Practitioners - AAEP, modificada de Obel, 1948), oriundos do "Center for Equine Health - CEH, School of Veterinary Medicine, University of California", Davis-CA, Estados Unidos. Os cavalos que apresentarem inapetência ou perda de peso corporal e 10% do valor registrado no inicio do estudo, ou que desenvolverem escore de condição corporal inferior a 3/9 (Henneke et al., 1983); ou que apresentem escore de claudicação Obel = 5, serão retirados do estudo e a terapia analgésica mais adequada será instituída. Após a instrumentação, os cavalos serão submetidos a avaliações dos graus de dor (VAS e Escala Composta de Dor - Bussiéres et al., 2008) e de claudicação (AAEP, modificada de Obel, 1948), análises biomecânicas em plataforma de força, pedometria e cinemática antes da administração dos tratamentos sob desenho aleatório, cruzado e encoberto aos avaliadores, em intervalos mínimos de sete dias: NC - controle negativo (emulsão lipídica, Intralipid® 20%, 250 mL - IV), PC - controle positivo (sulfato de morfina - dose: 0,1 mg/kg, diluído em Intralipid® 20%, 250 mL - IV) e CT - tratamento teste ("Composto T" - dose: 14,57 mg/kg, diluído em Intralipid® 20%, 250 mL - IV). Serão colhidas amostras de ar expirado para a determinação das concentrações expiradas de "Composto T" por cromatografia a gás, com estes valores sendo empregados para os cálculos das concentrações sanguíneas. Todas as variáveis serão mensuradas e as amostras de ar expirado colhidas 1, 3, 6 e 24 horas após administração dos tratamentos. As variáveis que apresentarem resultados com distribuição normal serão analisadas pela Análise de Variância (ANOVA) para medidas repetidas, com dois fatores (tratamento e tempo). As respostas dos tratamentos ao longo dos momentos serão analisadas pelo Teste de Dunnett, com correções para dados não esféricos (P < 0,05).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.