Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e otimização da extração assistida por enzimas de isoflavonas de soja seguida por fermentação microbiana para produzir equol

Processo: 19/06870-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Gabriela Alves Macedo
Beneficiário:Lívia Dias de Queirós
Supervisor no Exterior: Juliana Maria Leite Nobrega de Moura Bell
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Davis (UC Davis), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/20965-9 - Biotransformação de isoflavonas de soja para obtenção de produto rico em compostos bioativos e caráter probiótico, BP.DR
Assunto(s):Fermentação   Equol

Resumo

A soja é rica em isoflavonas, um grupo de fenóis heterocíclicos associado a vários efeitos benéficos à saúde humana. Estudos têm mostrado que a eficácia clínica destes compostos está relacionada com a capacidade do indivíduo em converter as isoflavonas em equol, um metabólito da daidzeína produzido pela ação da microbiota intestinal. No entanto, nem todos indivíduos são capazes de metabolizar as isoflavonas a equol, sendo que essa capacidade de conversão pode variar, principalmente devido à diversidade da microbiota individual. Portanto, há um grande interesse em processos tecnológicos capazes de converter as isoflavonas em suas formas bioativas, em especial o equol, representando uma atraente alternativa para aumentar a bioatividade dos produtos à base de soja. Nesse sentido, nosso grupo de pesquisa vem trabalhando no desenvolvimento de processos biotecnológicos baseados na fermentação do extrato hidrossolúvel de soja por bactérias probióticas e/ou biotransformação enzimática. Resultados preliminares indicaram que os bioprocessos propostos foram capazes de aumentar o teor de isoflavonas biotivas e equol no extrato de soja, levando a um aumento na sua capacidade antioxidante e atividade estrogênica, avaliadas em ensaios celulares. O próximo passo fundamental para este projeto de pesquisa é a otimização das condições do processamento e o subsequente aumento da escala destes bioprocessos a fim de estabelecer a produção de um produto a base de soja com quantidades significativas de equol em larga escala. O grupo de pesquisa da Profa. Dra. de Moura Bell, na UC Davis, possui uma vasta experiência em extração em escala para converter subprodutos de processamento de alimentos em compostos de alto valor agregado. Portanto, para este projeto de pesquisa, em colaboração com a Profa. Dra. de Moura Bell, propomos avaliar e otimizar a extração assistida por enzimas das isoflavonas do extrato de soja seguida por fermentação microbiana, bem como escalonar o processo de biotransformação para escala-piloto, a fim de produzir um produto a base de soja com alto teor de equol.