Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese, caracterização e avaliação de novos materiais para micro colunas de extração e seu acoplamento "on-line" com micro e nano cromatografia líquida

Processo: 19/08168-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Fernando Mauro Lanças
Beneficiário:Natalia Gabrielly Pereira dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/02147-0 - Cromatografia líquida em uma gota e seu acoplamento com espectrometria de massas: estratégias instrumentais, desenvolvimento de materiais, automatização e aplicações analíticas, AP.TEM
Assunto(s):Cromatografia   Desenvolvimento de novos materiais   Cromatografia líquida

Resumo

A cromatografia líquida é uma das técnicas de separação de maior visibilidade naatualidade devido às suas aplicações na solução de dificuldades analíticas até entãorepresadas como, por exemplo, o desenvolvimento de novos medicamentos, melhorconhecimento sobre o metabolismo de alimentos e fármacos em humanos,desenvolvimento de novos defensivos agrícola com menor volatilidade e maior eficiênciae eficácia; efeitos nocivos de desreguladores endócrinos emergentes descartados noambiente, e muitas outras áreas relevantes à sociedade atual. Entretanto, a soluçãodos problemas analíticos modernos depara com a complexidade das matrizes em questão,notadamente aquelas de interesse ambiental, alimentos e saúde pública, cuja soluçãorequer a inclusão no esquema de análises de uma etapa de preparo de amostras,mandatória para que os resultados analíticos tenham a confiabilidade necessária.As microtécnicas de preparo de amostras (SPME, SBSE, MEPS&), recentementedesenvolvidas, além de compatíveis com os princípios da química verde (menorquantidade de amostra, menor- ou nenhuma quantidade de solvente-, além da facilidadede automatização) facilitam seu uso em conjunto com colunas cromatográficas demenores dimensões (micro e nano). Assim, abrem-se novas possibilidades de enfoquesanalíticos miniaturizados e de mais fácil automatização, e que requerem menoresquantidades de materiais e amostras. Uma consequência altamente favorável desteenfoque é a possibilidade de avaliar-se novos materiais - mais seletivos e eficientes -para o preparo de amostras, através da síntese/modificação de pequenas quantidades denovos sorventes (ex. derivados do grafeno, líquidos iônicos, ciclo dextrinas e outros) eseu uso na varredura de propriedades favoráveis ao preparo de amostras. Desta formapode-se preparar colunas de extração miniaturizadas as quais serão acopladas "on-line" a colunas de cromatografia líquida (micro e nano) permitindo, desta forma, a montagem deum sistema de análise miniaturizado automatizado.