Busca avançada
Ano de início
Entree

Combinando espectroscopia Raman e HR-CS mas na análise de fertilizantes

Processo: 19/04586-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:José Anchieta Gomes Neto
Beneficiário:Evilim Martinez de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia Raman   Fertilizantes   Ácidos fosfóricos   Ureia   Nitratos   Cloreto de amônio   Espectrometria de absorção atômica em forno de grafite

Resumo

O emprego de lasers em aplicações analíticas está cada vez mais presente na literatura especializada em função da demanda crescente por procedimentos sustentáveis baseados nos princípios da Química Verde. Nesse sentido, a espectroscopia Raman é uma das técnicas que tem se destacado. O método conta como suas maiores vantagens a possibilidade de análise direta - não requer tratamento da amostra, não ser destrutiva e a alta seletividade nas informações químicas e estruturais. Levando em consideração o potencial da técnica Raman, esta será estudada para a determinação dos teores de N e P em fertilizantes. O estudo do comportamento dos ácidos fosfórico e fosforoso, e da ureia, nitrato e amônio, em meio aquoso, por espectroscopia Raman, poderá ser útil para a determinação qualitativa das espécies. Na impossibilidade de análise quantitativa por Raman, será estudada a possibilidade de empregar espectroscopia Raman para análise qualitativa e a espectrometria de absorção molecular de alta resolução com fonte contínua (HR-CS MAS) para análise quantitativa. Visualiza-se, então combinar espectroscopia Raman e HR-CS MAS para determinar teores totais dos elementos N e P, além de identificar a natureza do (s) composto(s) de N e P presentes na amostra.