Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação funcional de genes-alvo de microRNAs em carcinoma hepatocelular

Processo: 18/06354-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Patricia Pintor dos Reis
Beneficiário:Carolina Fazio Campos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/17003-9 - Efeito do miR-451a no perfil metabólico das linhagens celulares de carcinoma hepatocelular, BE.EP.MS
Assunto(s):Oncologia   Carcinoma hepatocelular   Validação   MicroRNAs   Biomarcadores tumorais   Tratamento do câncer   Transformação celular neoplásica

Resumo

O carcinoma hepatocelular (CHC) é a segunda causa mais comum de morte por câncer e o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo. Os microRNAs (miRNAs) são pequenos RNAs não codificadores de proteínas e potentes reguladores da expressão gênica envolvidos em mecanismos biológicos relevantes. Esses mecanismos estão associados a doenças como o câncer. Os miRNAs têm sido indicados como biomarcadores robustos para o diagnóstico, prognóstico e potenciais moléculas para o tratamento do câncer. Portanto, o objetivo desse estudo é a validação funcional de um miRNA específico, o miR-451a, e 2 de seus genes-alvo (SPC25 and BUB1B) envolvidos na via da Rho GTPase. Estes foram selecionados a partir de dados experimentais gerados pelo nosso grupo, combinados com dados de uma meta-análise da literatura e análise bioinformática de dados. As metodologias a serem aqui utilizadas serão: (a) o ensaio da luciferase para validar experimentalmente se o miR-451a regula diretamente os genes-alvo SPC25 e BUB1B e (b) a análise do potencial de migração e invasão de linhagens celulares de CHC, antes e após a transfecção com miRNA mimics para o mir-451a, pois este miRNA está com expressão significativamente diminuída em todos os conjuntos de dados analisados e nas linhagens celulares. A expressão do miR-451a e dos genes-alvo SPC25 and BUB1B será avaliada por meio da Transcrição Reversa seguida da PCR Quantitativa em Tempo Real. Esse estudo contribuirá para a geração de dados de validação funcional de miRNAs e genes-alvo específicos em vias moleculares envolvidas na tumorigênese, mas ainda não elucidadas no CHC. Os ensaios de migração e invasão celular serão importantes como verificação do efeito do miR-451a e genes-alvo SPC25 e BUB1B associados à oncogênese do CHC. Os dados gerados nessa pesquisa podem contribuir para a melhor caracterização de biomarcadores com potencial aplicação clínica para os pacientes com CHC. (AU)