Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um biossensor óptico pela técnica de ressonância plasmônica de superfície (SPR) para a determinação de creatina kinase (CK-MB)

Processo: 19/02692-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Marystela Ferreira
Beneficiário:André Lopes Ferreira
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Sensores ópticos   Biomarcadores   Cisteamina   Creatina   Técnicas biossensoriais   Ressonância de plasmônio de superfície

Resumo

O presente trabalho visa desenvolver um sensor óptico pela técnica de ressonância plasmônica de superfície (SPR), que será funcionalizado com biomoléculas de cisteamina (Cis) e creatina fosfatase (Pcrea) ancoradas a nanopartículas de ouro (AuNPs), buscando um aumento na magnitude do sinal analítico e alta especificidade para detecção de creatina Kinase (CK-MB). Todos os passos serão monitorados por meio do deslocamento do ângulo de SPR, incluindo as etapas de funcionalização da superfície, deposição dos materiais no substrato e a interação ligante/analito. Técnicas auxiliares serão empregadas para a caracterização do biossensor, como a espectroscopia de fluorescência, espectroscopia de UV-vis, espalhamento dinâmico de luz, microeletroforese, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e impedância eletroquímica. Com base na proposta do trabalho, o projeto pode trazer avanços significativos no campo de biossensores ópticos e na detecção do biomarcador cardíaco CK-MB, contribuindo para estudos relacionados a espectroscopia de SPR no Brasil.