Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura e socialismo: entre a revolução cubana e a via chilena (1970-1973)

Processo: 19/05901-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:José Alves de Freitas Neto
Beneficiário:Natália Ayo Schmiedecke
Supervisor no Exterior: Peter Birle
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Prussian Cultural Heritage Foundation, Alemanha  
Vinculado à bolsa:18/00325-0 - Cultura e socialismo: entre a revolução cubana e a via chilena (1970-1973), BP.PD

Resumo

Este projeto propõe um estágio de pesquisa de um ano no Instituto Ibero-Americano (IAI), em Berlim, sob supervisão do Dr. Peter Birle. A pesquisa de pós-doutorado desenvolvida no Brasil enfoca o período de 1970 a 1973 para analisar as relações estabelecidas entre Chile e Cuba no campo cultural, a fim de verificar até que ponto o projeto socialista conectou os dois países e como os diferentes caminhos escolhidos por seus governantes para fazer a revolução repercutiram no meio intelectual. Para atingir tais objetivos, veículos de imprensa e outros documentos produzidos por intelectuais e políticos de esquerda chilenos e cubanos foram selecionados como fontes principais da pesquisa. O acervo do IAI, que constitui a maior biblioteca europeia especializada no espaço cultural ibero-americano, me permitirá um acesso facilitado tanto às fontes selecionadas quanto a uma importante bibliografia crítica sobre o tema. Diretor do Departamento de Pesquisa do IAI, professor da Freie Universität de Berlim e diretor da Revista Iberoamericana, o Dr. Birle possui vasta experiência no campo dos sistemas políticos e políticas exteriores dos países latino-americanos. Para além da oportunidade de discutir o projeto com ele e com os demais pesquisadores do Instituto, inclusive apresentando meu trabalho em um colóquio, o estágio também me permitirá acessar outras instituições de pesquisa alemãs. São ganhos esperados o enriquecimento da pesquisa em termos quantitativos e qualitativos e sua divulgação no exterior. Paralelamente, proponho o desenvolvimento de um projeto complementar, tomando o acervo e as atividades do próprio Instituto como objeto de pesquisa. A intenção é compilar dados durante o estágio com o fim de redigir, no retorno ao Brasil, um artigo sobre o status atual dos estudos sobre as esquerdas latino-americanas dos anos 1960/70 nos grandes centros de pesquisa europeus.